Gaudium news > Orientações sobre a observância dos preceitos de Natal em 2021

Orientações sobre a observância dos preceitos de Natal em 2021

A solenidade do Natal do Senhor, este ano, cairá em um sábado. Isto causou uma série de dúvidas entre os católicos sobre a observância dos preceitos.

Redação (20/12/2021 16:37, Gaudium Press) A Comissão Episcopal Pastoral para a Liturgia da Conferência Nacional dos Bispos do Brasil (CNBB) publicou algumas indicações sobre as celebrações de Natal, que neste ano de 2021 cairão em um sábado.

O preceito dominical poderá ser antecipado?

Normalmente é permitido que se antecipe a celebração da liturgia dominical na tarde do sábado, permitindo desta forma que os católicos possam cumprir o preceito dominical assistindo a missa na véspera do domingo.

Entretanto, este ano os fiéis deverão participar das Santas Missas da Solenidade do Natal do Senhor, celebrada no sábado, 25, e da Festa da Sagrada Família, que será celebrada no domingo, 26. A explicação é simples, são dois dias distintos de preceitos a serem observados com a participação nas celebrações eucarísticas.

Solenidades de Santa Maria Mãe de Deus e da Epifania do Senhor

Duas solenidades serão celebradas na primeira semana do ano: a de Santa Maria Mãe de Deus, no sábado, 1º de janeiro, e da Epifania do Senhor, no domingo, 2. Por ser uma solenidade relacionada a Jesus Cristo, a Epifania tem precedência sobre a solenidade mariana. Por este motivo, o preceito de Santa Maria Mãe de Deus pode ser observado até antes do entardecer do sábado. Após esse período, antecipa-se a liturgia da Epifania.

Os católicos poderão observar o preceito da Solenidade de Santa Maria Mãe de Deus, na tarde ou noite da sexta-feira, 31, e cumprir o preceito da Solenidade da Epifania após o entardecer do sábado ou no domingo.

1º mandamento da Igreja e 3º mandamento da Lei de Deus

Apesar de para muitos a observância destes preceitos litúrgicos parecer uma mera formalidade, a realidade é que eles estão profundamente relacionados com a experiência da Fé Cristã e correspondem ao primeiro mandamento da Igreja e ao terceiro mandamento da Lei de Deus.

No primeiro mandamento da Igreja se diz que o católico deve participar da missa inteira aos domingos, de outras festas de guarda e se abster de ocupações de trabalho e negócios incompatíveis com a santificação do Dia do Senhor. Já no terceiro mandamento da Lei de Deus está determinado que se guarde domingos e festas.

Por que o domingo é o dia do Senhor?

Os católicos devem santificar o dia em que se comemora a ressurreição do Senhor, e as festas litúrgicas em honra dos mistérios do Senhor, da Santíssima Virgem Maria e dos Santos, em primeiro lugar participando da celebração eucarística. Além disso, devem se abster de trabalhos e negócios que possam impedir tal santificação desses dias.

De acordo com o Catecismo da Igreja Católica, o domingo é chamado de “o dia do Senhor”, pois foi nele que Jesus Cristo ressuscitou e deu início à nova criação. Ele se “distingue expressamente do sábado, ao qual sucede cronologicamente, a cada semana, e cuja prescrição substitui, para os cristãos” (cf. CIC, 2175).

Dias Santos de guarda

Além dos domingos, também devem ser guardados o dia do Natal de Nosso Senhor Jesus Cristo, da Epifania, da Ascensão e do Santíssimo Corpo e Sangue de Cristo (Corpus Christi), de Santa Maria Mãe de Deus, da Imaculada Conceição e da Assunção de Nossa Senhora, de São José, dos Santos Apóstolos Pedro e Paulo e de Todos os Santos.

Por serem celebradas em datas fixas que nem sempre são feriados, a Igreja Católica permite que as conferências episcopais de cada país transfiram as celebrações dessas solenidades apra o domingo mais próximo.

Situações excepcionais

Em situações nas quais o fiel católico fique impossibilitado de participar da celebração eucarística, como é o caso de alguma enfermidade, dificuldade de locomoção, falta de sacerdote ou outra causa grave, a Igreja recomenda que se dedique um tempo à oração pessoal ou em família, segundo a oportunidade. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas