Gaudium news > Nova edição do Missal em italiano é apresentada em Roma

Nova edição do Missal em italiano é apresentada em Roma

O Missal já havia sido apresentado ao Papa Francisco durante audiência privada no dia 20 de agosto.

Itália – Roma (13/10/2020 11:00, Gaudium Press) Na manhã desta terça-feira, 13 de outubro, foi apresentada à Diocese de Roma a nova edição do Missal Romano em língua italiana. O evento ocorreu na Basílica de São João de Latrão, Catedral de Roma.

Oportunidade para descobrir a Eucaristia como experiência do povo

A apresentação contou com a presença do Cardeal Angelo De Donatis, vigário da Diocese de Roma, que, após ressaltar que esta nova edição do Missal é fruto de 18 anos de trabalho, afirmou ainda que essa é uma “ocasião para descobrir na Missa o polo essencial, a ocasião imprescindível para gerar relações autênticas, sãs, aderidas ao Evangelho”.

Segundo o purpurado, esta é uma oportunidade “para descobrir a Eucaristia como experiência do povo. Diria que será um momento privilegiado do nosso estarmos juntos. O Missal nos remete mais uma vez à comunidade, à experiência do povo. E a Eucaristia é a resposta do povo ao amor envolvente do Pai”.

Não se trata de um novo Missal, mas de uma nova edição

Já para o Bispo de Castellaneta, Dom Caludio Maniago, presidente da Comissão Litúrgica da Conferência Episcopal Italiana, que também esteve presente na cerimônia, a nova edição do Missal exigiu “um trabalho longo, complexo e delicado que teve seu início em 2002”.

O prelado explicou ainda que as novas traduções do Pai Nosso e do Glória já se encontram na nova edição, em seguida frisou que não se trata de “um novo Missal, mas de uma nova edição”.

Convite para redescobrir a beleza e a fecundidade da Eucaristia

“É um presente precioso oferecido à toda comunidade para que se converta em um convite à cada um para redescobrir a beleza e a fecundidade da Eucaristia”, assegurou, salientando que “ajudará as comunidades a celebrar a Eucaristia no sulco do Concílio Vaticano II”.

A nova edição do Missal se tornará de uso obrigatório somente a partir de 4 de abril de 2021, Páscoa da Ressurreição. Entretanto, as comunidades que desejarem já podem utilizá-lo. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas