Gaudium news > Nas nossas lutas e dificuldades devemos invocar Nossa Senhora, exorta o Cardeal Odilo

Nas nossas lutas e dificuldades devemos invocar Nossa Senhora, exorta o Cardeal Odilo

O Arcebispo Metropolitano de São Paulo destacou que “olhando para Maria, temos a certeza de que a vitória de Deus também será a nossa”.

Redação (16/08/2021 15:05, Gaudium Press) Na manhã do último domingo, 15 de agosto, Solenidade da Assunção de Nossa Senhora, o Cardeal Arcebispo de São Paulo, Dom Odilo Pedro Scherer, presidiu uma Santa Missa na Catedral da Sé.

Este templo, que tem Nossa Senhora da Assunção como padroeira, foi inaugurado em 1954, quatro anos após a proclamação do dogma que reconhece que, no fim da vida, a Mãe de Deus foi elevada em corpo e alma à glória celeste.

Olhando para Maria, temos a certeza de que a vitória de Deus também será a nossa

Em sua homilia, o Cardeal Odilo destacou que a Solenidade da Assunção de Nossa Senhora recorda a todos nós católicos sobre a plenitude da glória de Deus. “Toda a Igreja se alegra com Maria nesta que é a festa da esperança para todos nós. O que Deus realizou em Nossa Senhora é promessa para todos os que estão a caminho da Glória celeste”, frisou.

Citando o livro do Apocalipse de São João, no qual são descritos uma mulher vestida de sol e um dragão representando o demônio, o purpurado ressalta que “ao lado de Deus está Maria” e que devemos invocar Nossa Senhora “também nas nossas lutas e dificuldades, quando somos tentados ao desânimo, a passar para o ‘outro lado’ e perder o rumo na vida. Olhando para Maria, temos a certeza de que a vitória de Deus também será a nossa”.

Vocações religiosas consagradas

A Igreja Católica também recorda das vocações religiosas consagradas nesta ocasião. O Arcebispo de São Paulo aproveitou o momento para destacar que “os religiosos testemunham o que Maria já alcançou e viveu de forma especial, na consagração a Deus e aos irmãos”.

“A vocação religiosa aponta sempre para as realidades que não podemos perder de vista, a vida eterna. Deus nos criou para isso. Esta é a meta do nosso existir. Somos convidados a não perder isso de vista”, concluiu. (EPC)

Com informações de O São Paulo. Foto: Luciney Martins

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas