Loading
 
 
 
Loading
 
Filipinas: Catedral atacada por terroristas islâmicos é reconsagrada
Loading
 
19 de Julho de 2019 / 0 Comentários
 
Imprimir
 
 

Manila - Filipinas (Sexta-feira, 19-07-2019, Gaudium Press) No dia em que se comemorou a Festa de Nossa Senhora do Carmo, foi reconsagrada e reaberta aos fiéis a Catedral de Nossa Senhora do Monte Carmelo, na cidade de Jolo, nas Filipinas.

Filipinas- Catedral atacada por terroristas islâmicos é reconsagrada-Foto Fides.jpeg

Em 27 de janeiro deste ano a Catedral de Nossa Senhora do Monte Carmelo, da diocese de Jolo, localizada ao sul do arquipélago das Filipinas, sofreu um dos mais graves atentados da história do país.

Além dos grandes danos materiais com destruição de partes do edifício, morreram 21 pessoas e 80 dos fiéis ficaram feridos.

Agora, depois de seis meses de trabalhos de reparos e reconstrução de partes da catedral, o templo foi reconsagrado e reaberto para o público, podendo ser frequentada novamente pelos fiéis.

Coincidiu precisamente com a Festa de Nossa Senhora do Carmo, centenas de pessoas participaram da primeira Missa realizada no interior do templo depois de seis meses de trabalho de reconstrução.

O Núncio Apostólico nas Filipinas, o arcebispo Dom Gabrielle Caccia, foi o celebrante da Missa de reabertura da Catedral, que teve como concelebrantes o Cardeal Orlando Quevedo, o Arcebispo Romulo Valles, presidente da Conferência Episcopal, e também outros bispos e sacerdotes que lá estavam presentes.

O Atentado

No atentado perpetrado contra a Catedral lotada de fiéis, os terroristas suicidas explodiram duas bombas, uma dentro da catedral e, depois, outra no seu exterior, quando os fiéis tentavam fugir.

A comunidade católica de Jolo tem cerca de 25.000 fiéis, enquanto a grande maioria da população, 1,7 milhões, é muçulmana.

Pregar e testemunhar o Evangelho

Em declarações feitas à FIDES, o Arcebispo Angelito Lampon afirmou: "nossa missão hoje é viver, pregar, testemunhar o Evangelho em um ambiente social e cultural com uma maioria islâmica".

O Arcebispo ainda testemunhou: "Colocamos nossas vidas nas mãos de Deus todos os dias e nos abandonamos à sua vontade, levando adiante nossa missão", "uma missão de paz, sinal visível de um Evangelho que anuncia e testemunha a paz, a reconciliação e a misericórdia". (JSG)

 

Loading
Filipinas: Catedral atacada por terroristas islâmicos é reconsagrada

Manila - Filipinas (Sexta-feira, 19-07-2019, Gaudium Press) No dia em que se comemorou a Festa de Nossa Senhora do Carmo, foi reconsagrada e reaberta aos fiéis a Catedral de Nossa Senhora do Monte Carmelo, na cidade de Jolo, nas Filipinas.

Filipinas- Catedral atacada por terroristas islâmicos é reconsagrada-Foto Fides.jpeg

Em 27 de janeiro deste ano a Catedral de Nossa Senhora do Monte Carmelo, da diocese de Jolo, localizada ao sul do arquipélago das Filipinas, sofreu um dos mais graves atentados da história do país.

Além dos grandes danos materiais com destruição de partes do edifício, morreram 21 pessoas e 80 dos fiéis ficaram feridos.

Agora, depois de seis meses de trabalhos de reparos e reconstrução de partes da catedral, o templo foi reconsagrado e reaberto para o público, podendo ser frequentada novamente pelos fiéis.

Coincidiu precisamente com a Festa de Nossa Senhora do Carmo, centenas de pessoas participaram da primeira Missa realizada no interior do templo depois de seis meses de trabalho de reconstrução.

O Núncio Apostólico nas Filipinas, o arcebispo Dom Gabrielle Caccia, foi o celebrante da Missa de reabertura da Catedral, que teve como concelebrantes o Cardeal Orlando Quevedo, o Arcebispo Romulo Valles, presidente da Conferência Episcopal, e também outros bispos e sacerdotes que lá estavam presentes.

O Atentado

No atentado perpetrado contra a Catedral lotada de fiéis, os terroristas suicidas explodiram duas bombas, uma dentro da catedral e, depois, outra no seu exterior, quando os fiéis tentavam fugir.

A comunidade católica de Jolo tem cerca de 25.000 fiéis, enquanto a grande maioria da população, 1,7 milhões, é muçulmana.

Pregar e testemunhar o Evangelho

Em declarações feitas à FIDES, o Arcebispo Angelito Lampon afirmou: "nossa missão hoje é viver, pregar, testemunhar o Evangelho em um ambiente social e cultural com uma maioria islâmica".

O Arcebispo ainda testemunhou: "Colocamos nossas vidas nas mãos de Deus todos os dias e nos abandonamos à sua vontade, levando adiante nossa missão", "uma missão de paz, sinal visível de um Evangelho que anuncia e testemunha a paz, a reconciliação e a misericórdia". (JSG)

 

Conteúdo publicado em gaudiumpress.org, no link http://gaudiumpress.org/content/104130-Filipinas--Catedral-atacada-por-terroristas-islamicos-e-reconsagrada. Autoriza-se a sua publicação desde que se cite a fonte.



 

Deixe seu comentário
O seu endereço de email não será publicado. Os campos marcados (*) são obrigatórios.



 
Loading
GaudiumRightPubli
Loading

Esta devoção está ligada ao translado miraculoso da casa em que viveu a Virgem Maria, em Nazaré, ...
 
A Congregação para o Culto Divino e a Disciplina dos Sacramentos, outorgou à Paróquia de Nossa S ...
 
Durante a Assembleia Geral da União dos Juristas Católicos de São Paulo foram apresentados os tra ...
 
É evidente que o direito à vida implica outros direitos que lhe permitam ser exercido, que também ...
 
O purpurado, assume o cargo no lugar do Cardeal Fernando Filoni, que por sua vez, se tornará Grão- ...
 
Loading


O que estão twitando sobre o

Loading


 
 

Loading

Loading