Gaudium news > UNESCO reconhece Catedral mexicana como Patrimônio da Humanidade

UNESCO reconhece Catedral mexicana como Patrimônio da Humanidade

Esses edifícios religiosos “são monumentos emblemáticos do modelo arquitetônico adotado pelos primeiros missionários que evangelizaram as populações indígenas no século XVI”.

Redação (29/07/2021 15:33, Gaudium Press) A Organização das Nações Unidas para a Educação, a Ciência e a Cultura (UNESCO) acrescentou em sua lista de Patrimônio Mundial, o convento franciscano e catedral de Nossa Senhora da Assunção em Tlaxcala, no México, que se unem a outros 14 conventos católicos construídos aos pés do vulcão Popocatépetl declarados Patrimônio Mundial em 1994.

Através de um boletim, a UNESCO ressaltou que esses edifícios religiosos “são monumentos emblemáticos do modelo arquitetônico adotado pelos primeiros missionários franciscanos, dominicanos e agostinianos que evangelizaram as populações indígenas no século XVI”.

“O Conjunto Conventual e Catedralesco Franciscano de Nossa Senhora da Assunção de Tlaxcala é também um exemplo de uma nova visão da arquitetura, na qual os espaços abertos ganham nova importância”, destacou.

Convento franciscano e Catedral de Nossa Senhora da Assunção em Tlaxcala

O conjunto conventual foi construído no início da primeira metade do século XVI, entre 1525 e 1527. Já a Diocese de Tlaxcala foi criada no ano de 1527, tendo como primeiro Bispo, Dom Julián Garcés e após a conversão da igreja da Assunção em catedral.

Já no ano de 1543, a sede episcopal mudou de Tlaxcala para a cidade de Puebla, apesar de continuar sendo chamada de Diocese de Tlaxcala, até o ano de 1903, quando, através de um decreto do Papa São Pio X, passou a ser chamada de Arquidiocese de Puebla de los Angeles. No ano de 1959, o Papa São João XXIII voltou a instituir a Diocese de Tlaxcala como sufragânea da Arquidiocese de Puebla de los Ángeles.

Alegria pelo reconhecimento da UNESCO

O atual Bispo de Tlaxcala, Dom Julio Salcedo Aquino, manifestou sua alegria “por este reconhecimento do Conjunto Franciscano, herança de uma história missionária e evangelizadora, cultural e artística em Tlaxcala (México)”.

“Este Conjunto Francisco permaneceu fiel, ao longo dos séculos, à sua missão original: a obra evangelizadora da Igreja, iniciada pelos filhos de São Francisco de Assis, os Frades Menores”, ressaltou.

O Bispo destacou ainda que acolheu com alegria a declaração do Conjunto Conventual Franciscano e Catedralesco como Patrimônio Cultural da Humanidade e assegurou que unirá esforços com as autoridades competentes para valorizá-lo e conservá-lo. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas