Gaudium news > Trump afirma que deseja reabrir as igrejas ao culto

Trump afirma que deseja reabrir as igrejas ao culto

Donald Trump considera as igrejas como algo muito importante para o país. “Penso que as igrejas são essenciais”, afirmou.

Estados Unidos – Washington (22/05/2020 14:00, Gaudium Press) O presidente dos Estados Unidos, Donald Trump, manifestou seu desejo de que os cultos sejam retomados nos lugares onde não há ocorrências de coronavírus. “Uma das coisas que quero fazer é que as igrejas abram”, afirmou.

Criticando as restrições impostas por certos governadores, o presidente ressaltou que “as igrejas não estão sendo tratadas com respeito por muitos governadores democratas. Quero que as igrejas abram e estamos assumindo uma posição muito forte sobre isso”.

Igrejas multadas

As alegações de Trump vem ao encontro de notícias como as de que em Chicago as igrejas começaram a ser multadas por realizar cultos descumprindo a ordem de ficar em casa, emitida pelo governador J.B. Pritzker. De acordo com o Departamento de Polícia de Chicago, três igrejas estão sendo multadas por terem realizado um culto no domingo passado.

As palavras de Trump também estão relacionadas aos anúncios de numerosos pastores cristãos em todo o país, no sentido de que retomarão os serviços religiosos, mesmo sem a permissão dos governadores.

Os serviços religiosos são essenciais, diz Trump

Para Donald Trump, as igrejas são muito importantes “em termos da psyque de nosso país. Penso que as igrejas são essenciais. As pessoas querem estar em suas igrejas. É maravilhoso sentar-se em casa e ver algo em um laptop, mas nunca será o mesmo que estar em uma igreja e estar com seus amigos, e eles querem mantê-las abertas. Acredito que isso acontecerá em breve, assim que isso [a proibição] for eliminado. Talvez amanhã, talvez hoje”, explicou.

Trump provavelmente estava se referindo aos “guias para igreja” onde se anunciará a retomada dos serviços, emitidos pelos Centros de Controle e Prevenção de Doenças – CDC, e que segundo um funcionário do governo seriam publicados hoje. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas