Gaudium news > Terço no volante: motorista escapa milagrosamente de morte trágica em acidente na Fernão Dias

Terço no volante: motorista escapa milagrosamente de morte trágica em acidente na Fernão Dias

Quem vê as imagens do acidente, o carro totalmente destruído, dificilmente consegue acreditar que o motorista do automóvel destruído saiu vivo e consciente.

Foto: Reprodução/TV Globo.

Minas Gerais – São Joaquim de Bicas (16/09/2022 16:53, Gaudium Press) Um trágico acidente envolvendo um automóvel, dois caminhões e outros quatro veículos terminou de forma surpreendentemente milagrosa. É o que se constata ao ver o resultado da batida na qual um carro foi prensado por dois caminhões em plena Rodovia Fernão Dias.

Foto: Reprodução/TV Globo.

Escapou ileso após ter seu carro prensado por dois caminhões

No acidente, que ocorreu na manhã do dia 8 de setembro, o motorista Jarbas Maximiano da Silva, de 58 anos, que dirigia sentido Belo Horizonte, escapou ileso, apenas com alguns arranhões e um corte no rosto, apesar de ter seu automóvel totalmente destruído. A única parte do carro que foi preservada na batida foi o espaço no qual Jarbas estava.

O motorista foi encaminhado para o Hospital Regional de Betim, que assegurou que Jarbas apresentava escoriações pelo corpo, mas permanecia consciente, alerta e estável. Apesar disso, o paciente permaneceu internado em processo de avaliação da equipe médica de cirurgia geral e ortopedia.

Foto: Reprodução/TV Globo.

Terço com medalha de Nossa Senhora Aparecida

Quem vê as imagens do acidente, o carro totalmente destruído, dificilmente consegue acreditar que o motorista do automóvel destruído saiu vivo e consciente. As pessoas que presenciaram tudo isso tentam buscar explicações. Entretanto, um pequeno detalhe não passou desapercebido pelos olhares mais atentos: um terço com a medalha de Nossa Senhora Aparecida pendurado no volante.

Na opinião de Irma dos Santos Silva, a esposa de Jarbas, esse terço é um sinal da proteção divina. Única explicação para este acidente não ter terminado de forma trágica. Ela está certa de que foi a Padroeira do Brasil quem protegeu o marido e o livrou da morte. “Foi Deus, né? Nossa Senhora da Aparecida… Eu tenho muita Fé nela. Deus o livrou. Graças a Deus!”, afirmou. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas