Gaudium news > São João de Capistrano: uma figura admirável

São João de Capistrano: uma figura admirável

Pelo fervor de suas pregações, São João de Capistrano podia ser comparado a um leão que ruge.

Redação (23/10/2020 15:00, Gaudium Press) No dia de hoje, 23 de outubro, a Igreja celebra a memória de São João de Capistrano. Nascido na cidade italiana de Capistrano no ano de 1386, João cursou os estudos jurídicos na universidade de Perusa, tornando-se mais tarde juiz de direito e governador de uma cidade na Itália.

Por conta de intrigas políticas acabou sendo preso. Após o falecimento de sua esposa, João decidiu entrar em uma Ordem religiosa. Para alcançar este objetivo, vendeu os seus bens, deu aos pobres e ingressou nos Franciscanos. Antes de ser aceito, passou por duras provas vocacionais nas quais demonstrou suas virtudes.

São João de Capistrano exímio pregador e diplomata

Ao ser ordenado sacerdote, se consagrou ao poder do Espírito no apostolado da pregação. Vivendo de forma profunda o espírito de mortificação, realizou inúmeras viagens por toda a Europa para evangelizar. Além disso, São João de Capistrano enfrentou a ameaça dos turcos contra a Europa e a tentativa de desunião no seio da própria Ordem Franciscana.

Devido sua sabedoria e prudência, e também por sua experiência como juiz e governador, quatro Papas (Martinho V, Eugênio IV, Nicolau V e Calixto III) o empregaram como embaixador em delicadas missões diplomáticas.

Em três ocasiões os Papas tentaram nomeá-lo como Bispo de importantes cidades, entretanto, o religioso preferiu seguir sendo apenas um humilde pregador, pobre e sem títulos honoríficos.

São João de Capistrano valente defensor do cristianismo

No ano de 1453, os turcos muçulmanos propuseram invadir a Europa para acabar com o Cristianismo. Sabendo disso, São João foi até a Hungria e ali pregou ao povo, incitando-o a sair em defesa da religião. Logo se formou um valente exército de fiéis católicos.

Quando os muçulmanos chegaram perto de Belgrado com seus 200 canhões, uma grande frota de navios de guerra pelo rio Danúbio, e 50 mil jenízaros a cavalo. Alguns chefes católicos se sentiram inseguros e pensaram em retirar-se pois eram numericamente inferiores.

Neste momento, João de Capistrano interveio e, empunhando um crucifixo, percorreu todas as fileiras, animando os soldados com a lembrança de que iam combater por Jesus Cristo, o grande Deus dos exércitos. O exemplo de confiança e coragem do Santo inspirou os cristãos, que lutaram com ímpeto suficiente para derrotar o exército otomano.

São João de Capistrano faleceu no dia 23 de outubro de 1456, aos 71 anos de idade, sendo beatificado pelo Papa Leão X e canonizado pelo Papa Alexandre VIII no ano de 1690. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas

  • Um feliz Ano Novo!

    Somos convidados a uma séria preparação para o Natal de Nosso Senhor Jesus Cristo; e qual o melhor meio de fazê-lo, senão pelo exemplo e auxíl...

    Mais
  • Por que o Advento?

    Advento! O Natal se aproxima: É o maior acontecimento da História: o Verbo se fez carne e habitou entre nós Esperemos Jesus que vem no Natal e qu...

    Mais