Gaudium news > São Frumêncio: o apóstolo da Etiópia

São Frumêncio: o apóstolo da Etiópia

Considerado um dos maiores missionários cristãos, São Frumêncio é chamado pelos etíopes de “Abba Salama”, o que quer dizer “portador de luz”.

Redação (27/10/2020 09:00, Gaudium Press) A Igreja Católica celebra no dia de hoje, 27 de outubro, a memória de São Frumêncio, considerado o apóstolo da Etiópia e o primeiro bispo missionário desse país.

Por volta do século IV, no tempo do imperador Constantino, Frumêncio voltava das Índias junto com alguns amigos, quando seu barco foi atacado por ladrões etíopes que saquearam a embarcação e mataram os passageiros e tripulantes. Frumêncio e seu irmão Edésio se salvaram da chacina, pois após o barco ter atracado no porto de Aulis, nas proximidades de Massaua, tinham desembarcado para ler um livro debaixo de uma árvore.

Ao descobrirem os dois meninos, os etíopes os conduziram como escravos até Axum, onde foram entregues ao rei. O monarca, impressionado pela sabedoria de Frumêncio, resolveu mantê-lo como secretário pessoal. A influência do Santo cresceu na corte, sobretudo junto à rainha.

Semente do cristianismo no continente africano

Quando o rei faleceu, a rainha assumiu o poder no lugar do filho, que ainda não tinha idade suficiente. Foi então que Frumêncio e seu irmão Edésio obtiveram a permissão da rainha para construir uma igreja próxima ao porto, para servir aos mercadores cristãos que passavam pelo país. Este lugar foi a semente do cristianismo no continente africano.

Assim que o filho do rei tornou-se independente, Frumêncio pode retornar para casa. Encontrando-se com Santo Atanásio, Bispo de Alexandria do Egito, Frumêncio lhe pediu que designasse um Bispo e missionários para comandar a pregação católica na Etiópia. Atanásio consagrou o próprio Frumêncio como Bispo e o enviou de volta à Etiópia com alguns sacerdotes.

Primeira comunidade cristã na África negra

Assim surgiu a primeira comunidade cristã na África negra, destinada a expandir-se e a manter-se firme mesmo durante a invasão islâmica que assolou o cristianismo em quase toda a África.

Retornando à Etiópia, São Frumêncio encontrou no trono o jovem rei, que, graças ao trabalho evangelizador do Santo apóstolo da Etiópia, se converteu e foi batizado, convidando todo o povo a acompanhá-lo no seguimento de Cristo.

Considerado um dos maiores missionários cristãos, São Frumêncio é chamado pelos etíopes de “Abba Salama”, o que quer dizer “portador de luz”. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas