Gaudium news > Santuário Nacional de São José de Anchieta é reaberto ao público

Santuário Nacional de São José de Anchieta é reaberto ao público

O Santuário Nacional de São José de Anchieta é um dos mais importantes símbolos da presença dos jesuítas no Brasil, conservando o local onde o Apóstolo do Brasil faleceu.

Espírito Santo – Anchieta (23/11/2021 15:39, Gaudium Press) Após passar por três anos sendo restaurado e readequado, o Santuário Nacional de São José de Anchieta, localizado na cidade de Anchieta, no Espírito Santo, reabriu suas portas ao público no último dia 18 de novembro.

Santuário tombado pelo Iphan em 1943

O local agora oferece, além de um ambiente de muita espiritualidade, novos espaços de acolhida aos peregrinos, que também terão a oportunidade de usufruir da riqueza cultural oferecida pelo centro de interpretação São José de Anchieta.

O Santuário Nacional de São José de Anchieta é um dos mais importantes símbolos da presença dos jesuítas no Brasil, conservando o local onde o Apóstolo do Brasil faleceu. Constituído pela Igreja Nossa Senhora da Assunção e pela antiga residência jesuíta, o monumento foi tombado no ano de 1943 pelo Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (IPHAN).

Santuário que revigora a Fé do povo

“O Santuário, então revitalizado, revigora a Fé do povo no santo, aumenta a devoção. Também desperta o interesse turístico, artístico, cultural. Revitalizar o Santuário é restaurar para preservar e divulgar”, afirmou o Padre Nilson Maróstica, reitor do Santuário Nacional de São José de Anchieta.

De acordo com o sacerdote, com a canonização do Apóstolo do Brasil, se multiplicou o número de pessoas interessadas em São José de Anchieta, “levando em conta toda a sua devoção e interesse pelos aspectos artístico e cultural do monumento”.

Menor Santuário do mundo

Diferentemente do que muitos imaginam, o Santuário Nacional de São José de Anchieta não é a Igreja Nossa Senhora da Assunção, construída pelas mãos do próprio santo com a colaboração dos indígenas. Na realidade, o espaço sagrado declarado oficialmente como Santuário Nacional é o pequeno quarto onde o santo Apóstolo do Brasil faleceu.

Neste local estão: um quadro com a imagem de São José de Anchieta, do século XVII, proveniente de Roma; uma relíquia da tíbia de São José de Anchieta; um crucificado em terracota do século XVI; e a bula de canonização, decreto que determina que Padre José de Anchieta é Santo, escrito à mão em latim e assinado pelo Papa Francisco. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas