Gaudium news > Santa Sé publica documento de preparação ao sacramento do matrimônio

Santa Sé publica documento de preparação ao sacramento do matrimônio

O Dicastério para os leigos, família e vida publicou um documento, prefaciado pelo Papa Francisco, que servirá como “manual de preparação” para os futuros matrimônios

Redação (15/06/2022 12:40, Gaudium Press) O Dicastério para os leigos, a família e a vida publicou oficialmente um documento destinado a preparar os noivos para o matrimônio.

O documento que se chama: “Itinerário catecumenal para a vida matrimonial” conta com um prefácio do Papa Francisco.

O documento visa melhorar a preparação dos noivos antes do matrimônio, mas igualmente apoiá-los ao longo dos anos de casados, bem como auxiliar os casamentos que passam por uma crise.

O prefácio do Papa Francisco explica que o “Itinerário catecumenal para a Vida Matrimonial” foi inspirado no ano dedicado a Amoris Laetitia.

Francisco faz notar que o texto é uma ferramenta pastoral e assim como existe o catecumenato para o sacramento do batismo “também a preparação para o matrimônio deve tornar-se uma parte integrante do todo o proceder do matrimônio sacramental” (Discurso à Rota Romana, 21 de janeiro de 2017).

O Santo Padre explica também que o documento é, ao mesmo tempo, “um dom e uma tarefa”. Um dom, pois trata-se de um material abundante proveniente da reflexão, da prática e da experiência pastoral em relação ao matrimônio.

Mas também é uma “tarefa” na medida em que cada pessoa deve adaptar-se e se esforçar segundo as orientações do documento e conforme “as situações sociais, culturais e eclesiais”, explica o prefácio.

O Prefeito do dicastério para os Leigos, Família e vida, o Cardeal Kevin Farrell, comenta que a preocupação do dicastério é “a de transmitir aos bispos, aos agentes da pastoral familiar e aos formadores, o convite do Santo Padre para repensar seriamente a preparação para o matrimônio como um acompanhamento contínuo antes e depois do rito sacramental”.

O documento foi publicado em italiano e conta apenas com a tradução em língua espanhola até o momento. (FM)

Com informações de Vatican News.

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas