Gaudium news > Santa Paulina recebe o título de Cidadã Paulistana

Santa Paulina recebe o título de Cidadã Paulistana

A concessão deste título acontece em reconhecimento pelos trabalhos sociais e de promoção da vida que a religiosa prestou à cidade de São Paulo.

São Paulo (05/08/2022 15:42, Gaudium Press) No próximo sábado, 6 de agosto, a Câmara dos Vereadores de São Paulo concederá o título póstumo de Cidadã Paulistana para Santa Paulina, a primeira santa canonizada no Brasil.

A concessão deste título acontece em reconhecimento pelos trabalhos sociais e de promoção da vida que a religiosa prestou à cidade de São Paulo. A iniciativa partiu da Vereadora Juliana Cardoso, conforme Decreto Legislativo 70/2021.

Ano Jubilar pelos 20 anos de canonização

O título será recebido pela Madre Geral da Congregação, Irmã Rosane Lundin, na sede geral da Congregação Santa Paulina, onde a religiosa viveu a maior parte de sua vida e onde se encontra o Memorial com a história da Santa e da Congregação das Irmãzinhas da Imaculada Conceição.

A homenagem faz parte das comemorações pelo Ano jubilar, no qual são celebrados os 20 anos desde que Santa Paulina foi oficialmente reconhecida pela Igreja Católica como Santa, passando a ser venerada nos altares e atraindo milhares de devotos.

Breve biografia de Santa Paulina

Santa Paulina nasceu no dia 16 de dezembro de 1865, em Trento (Itália). No ano de 1875, se mudou para o Brasil com a família, fugindo da pobreza e da fome. A família se instalou em Nova Trento, Santa Catarina.

No ano de 1890, junto de algumas amigas, fundou a Congregação das Irmãzinhas do Imaculado Coração. Na ocasião, acolheu em um casebre uma senhora que estava com câncer, em fase terminal. Esse cuidado aos doentes é uma marca da fundação da Congregação.

Em 1903, Santa Paulina chegou na cidade de São Paulo para cuidar dos filhos dos ex-escravos da época, no bairro Ipiranga. Ali desenvolveu as atividades de serviço aos pobres e sofridos ao longo de sua vida. Faleceu no dia 9 de julho de 1942.

O Papa São João Paulo II beatificou a Madre Paulina no ano de 1991. Em 19 de maio de 2002, o mesmo Pontífice canonizou a religiosa fundadora da Congregação das Irmãzinhas do Imaculado Coração em cerimônia realizada na Praça de São Pedro. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas