Gaudium news > Sacramento da Crisma é conferido para 99 nigerianos

Sacramento da Crisma é conferido para 99 nigerianos

Através deste sacramento da crisma, esses jovens recebem uma efusão especial do Espírito Santo, capacitando-os a viver o Evangelho com convicção.

Foto: Divulgação/Facebook.

Nigéria – Abuja (15/07/2022 15:38, Gaudium Press) No último domingo, 10 de julho, 99 nigerianos receberam o sacramento da Crisma, ministrado durante uma cerimônia presidida pelo Bispo de Fort Wayne-South Bend (EUA), Dom Kevin C. Rhoades.

A celebração foi realizada na paróquia de São Francisco de Assis em Ozubulu, na Diocese de Nnemi, sendo concelebrada pelo Bispo local, Dom Jonas Benson Okoye e pelo Padre Francis Chukwuma.

Foto: Divulgação/Diocese of Fort Wayne-South Bend.

Efusão especial do Espírito Santo

O Bispo norte-americano recordou que “através deste sacramento da crisma, esses jovens recebem uma efusão especial do Espírito Santo, capacitando-os a viver o Evangelho com convicção”.

Dom Rhoades havia viajado com o padre Francis Chukwuma até a Nigéria para visitar as dioceses de Awka e Nnewi, onde assistiria algumas ordenações sacerdotais. Aproveitando sua presença no país, convidaram-no para presidir esta celebração do sacramento da crisma.

Foto: Divulgação/Diocese of Fort Wayne-South Bend.

Situação da Igreja Católica na Nigéria

A Igreja Católica na Nigéria sofre uma forte perseguição por parte de gangues de terroristas fortemente armados que frequentemente cometem inúmeros crimes, dos quais se destacam assassinatos e sequestros. Os alvos muitas vezes são sacerdotes e religiosos.

Os dois grupos terroristas que causam mais terror atualmente são os pastores Fulani, constituído predominantemente por muçulmanos e o Boko Haram, um dos maiores grupos islâmicos da África, que desde seu surgimento pretende transformar o país em um estado islâmico.

No ano de 2021, ao menos 4.650 cristãos nigerianos foram mortos por sua Fé. Nos primeiros três meses de 2022 foram quase 900. Esses números fizeram com que a Nigéria fosse classificada, pela ONG Portas Abertas, como o sétimo pior país do mundo para ser cristão. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas