Gaudium news > Sacerdote católico é assassinado no Haiti

Sacerdote católico é assassinado no Haiti

Uma gangue de motociclistas atacaram o Padre André Sylvestre, de 70 anos, que foi agredido e morto a tiros pelos criminosos, que não levaram nada.

Redação (09/09/2021 16:41, Gaudium Press) Na última segunda-feira, 6, o Padre André Sylvestre, de 70 anos, foi agredido e morto a tiros em Cap-Haitien, norte do Haiti. Este terrível crime foi cometido por uma gangue de motociclistas, que não levaram absolutamente nada do sacerdote. Apesar de ter sido socorrido e levado ao hospital, o Padre Sylvestre não resistiu aos ferimentos e morreu.

Sequestros de sacerdotes e religiosas

Esta mesma gangue de criminosos, que se autodenomina como ‘400 Mazowo’, sequestrou, no dia 11 de abril, dez católicos, entre os quais estavam padres e freiras. Algumas semanas depois as vítimas foram libertadas, após a Igreja Católica cobrar uma atitude do governo e fechar escolas e instituições católicas em protesto. Apenas hospitais e clínicas permaneceram abertos na ocasião.

Após a libertação das vítimas deste sequestro, Dom Max Leroy Mésidor, Arcebispo de Porto Príncipe, afirmou que “nosso contentamento será maior quando vermos que vivemos em um país onde não existem sequestros. Nosso contentamento será maior quando vivermos em um país onde todos podem se mudar para onde quiser, quando quiser”.

Em várias partes do mundo, nega-se liberdade aos cristãos por não renunciarem sua fé. Muitos vivem com medo e sofrem calados.

Crescimento da violência no Haiti

Nos últimos anos, o Haiti tem vivido um surto de violência. Em abril, a Arquidiocese de Port-au-Prince alertou que essa violência atingiu níveis sem precedentes no país. O número de sequestros por resgate aumentou muito nesse período. “As autoridades públicas que nada estão fazendo para resolver esta crise não estão imunes a suspeitas”, advertiu a Igreja local.

Inúmeras crises afetaram o Haiti recentemente, além da falta de infraestrutura de saúde para lidar com a pandemia de Covid-19, o país também sofreu diversos desastres naturais. O mais recente foi um terremoto que ocorreu no mês passado e matou mais de 2.200 pessoas. Em 2010 outro terremoto matou 200 mil pessoas e deixou 1 milhão desabrigadas. Em julho deste ano de 2021 o presidente do país, Jovenel Moïse, foi assassinado. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas