Gaudium news > Roma vai reviver o milagre de Nossa Senhora das Neves na Basílica de Santa Maria Maior

Roma vai reviver o milagre de Nossa Senhora das Neves na Basílica de Santa Maria Maior

A Cidade Eterna se prepara para celebrar uma de suas principais festas: a recordação do “milagre da neve” na solenidade de Nossa Senhora das Neves, no dia 5 de agosto

Redação (02/08/2022 11:35, Gaudium Press) No próximo dia 5 de agosto, sexta-feira, a cidade de Roma celebra a dedicação da basílica de Santa Maria a Maior e a solenidade de Nossa Senhora das Neves.

O milagre da neve

O dia comemora o milagre da “neve”, quando a neve caiu em pleno verão italiano e cobriu o colina do Esquilino, lugar onde hoje está a basílica papal.

Era o ano de 358. O Papa Libério tinha tido uma revelação de Nossa Senhora em sonhos. A Virgem Maria pedira ao Pontífice e a Giovanni, um patrício de romano, que construíssem uma igreja para ela no lugar indicado.

Em meados de agosto, o Papa e o patrício viram o monte Esquilino, um dos montes que cerca a cidade de Roma, coberto de neve. Desde então, no dia 5 de agosto, uma Missa e uma festa celebram o milagre da neve na Cidade Eterna.

Programação para 2022

Neste ano, a festa comemorativa conta com o Tríduo da basílica de Santa Maria Major, do dia 2 ao dia 4 de agosto.

A pregação de Monsenhor Luigi Veturi, cônego da Basílica, e um concerto musical dirigido por Ildebrando Mura, mestre de capela, vão preencher as tardes e as noites do tríduo.

O concerto musical intitulado “A neve não toca” vai apresentar peças de compositores, tais como, Pier Luigi de Palestrina, Domenico Bartolucci, Léon Boëllmann, Valentino Miserachs entre outros.

Na manhã do dia 5, o Cardeal Stanilslaw Rilko, arcipreste da basílica, celebrará uma Missa Solene. À tarde do mesmo dia, o Vigário do Arcipreste, Dom Piero Marini, vai presidir a liturgia das Vésperas.

Salus Pupuli Romani. Créditos: SeoulKing – Obra do próprio, CC BY-SA 4.0. Fonte: Wikipedia.

Espetáculo da neve

O espetáculo que recorda o milagre da neve começará às 21h do horário local. O evento que acontece todos os anos desde 1983, será coordenado este ano pelo arquiteto Cesare Esposito.

Projeções de luzes, apresentações musicais de fanfarras e cantores vão animar o espetáculo. À meia-noite, uma “chuva” de flocos de neve artificial vai cobrir a praça diante da igreja.

Sorvete comemorativo

Os participantes das cerimônias poderão degustar, no pátio interno da basílica, um sorvete especialmente confeccionado para a ocasião.

Apelidado de “neve”, o sorvete é uma criação dos sorveteiros da Antiga Sorveteria de Via del Corso e trata-se de um sorvete de limão com cobertura de laranja, gengibre e merengue. (FM)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas