Gaudium news > Prática religiosa não diminui na Jordânia, apesar do fechamento de locais de culto

Prática religiosa não diminui na Jordânia, apesar do fechamento de locais de culto

Segundo um estudo sobre a liberdade de culto na Jordânia durante a pandemia, o confinamento não teve um grande impacto sobre a prática dos ritos religiosos na Jordânia.

Redação (13/04/2021 09:30, Gaudium Press) O Instituto Real para Estudos Inter-religiosos, juntamente com a Fundação Friedrich Naumann, realizaram um estudo intitulado ‘A liberdade de culto na Jordânia durante a pandemia de Covid-19’.

A pesquisa se aprofundou sobre o impacto causado pela pandemia da Covid-19 sobre a liberdade religiosa e as mudanças ocorridas devido ao bloqueio das atividades e fechamento de locais de culto.

Em suas intenções de orações para dezembro, Francisco sublinha que nutrimos nosso relacionamento com Jesus Cristo por meio da vida de oração.

Aumento nas práticas religiosas

Segundo os dados coletados, a maioria dos cidadãos foi afetada pela decisão de fechamento dos locais de culto, tanto em nível espiritual como psicológico, além de sofrerem com as consequências sociais e econômicas.

Apesar disso, se registrou que o confinamento não teve um grande impacto sobre a prática dos ritos religiosos na Jordânia. Diferente do que se poderia imaginar, se constatou um aumento nas práticas religiosas.

Campanhas de arrecadação de fundos

Para diminuir os terríveis efeitos econômicos causados pela pandemia de Covid-19 em várias associações religiosas, os sacerdotes do país lançaram diversas campanhas de arrecadação de fundos. Além disso, a opinião pública foi conscientizada, a se libertar do medo e da tensão dos nossos dias.

Os resultados do estudo foram divulgados no último sábado, 10 de abril, durante um encontro que contou com a participação do vigário episcopal do Patriarcado Latino de Jerusalém para a Jordânia, Dom William Shomali. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas