Gaudium news > Portugal e Espanha se consagram a Nossa Senhora de Fátima

Portugal e Espanha se consagram a Nossa Senhora de Fátima

A iniciativa partiu de um pedido feito por um grupo de leigos que coletou milhares de assinaturas dirigidas ao presidente da Conferência Episcopal Portuguesa.

Portugal e Espanha se consagram à Nossa Senhora de Fátima

Portugal – Fátima (Quinta-feira, 26-03-2020, Gaudium Press) Durante a simbólica solenidade da Anunciação a Nossa Senhora, foram consagrados Espanha e Portugal –e 22 outros países que se somaram– ao Sagrado Coração de Jesus e ao Imaculado Coração de Maria, no Santuário de Fátima, Portugal. Ao ato se associaram os episcopados da Albânia, Bolívia, Colômbia, Costa Rica, Cuba, Eslováquia, Guatemala, Hungria, Índia, México, Moldávia, Nicarágua, Panamá, Paraguai, Peru, Polônia, Quênia, República Dominicana, Romênia e Timor-Leste.

O ato foi iniciado com a recitação do Rosário. Cada dezena foi rezada em um idioma diferente: português, espanhol, inglês e polonês.

Intenções da Vigília

Nas intenções da Vigília e consagração, os Bispos portugueses e espanhóis pediram a intercessão da Mãe de Deus pelas “vítimas diretas e indiretas” da pandemia, pelos “profissionais da saúde, incansáveis em seus esforços por socorrer aos enfermos”; pelas “autoridades, em seu esforço para encontrar soluções” e por “todos nós e por nossas famílias”.

O ato foi presidido pelo Cardeal Antonio Marto, Arcebispo de Leiria-Fátima, que na leitura da consagração se encontrava de joelhos diante da imagem de Nossa Senhora de Fátima, que habitualmente se encontra na capela das aparições.

Diante da imagem de Nossa Senhora, o purpurado português entregou à Igreja “a guarda do Imaculado Coração de Maria, configurado pela luz de tua Páscoa e aqui revelado à três crianças como refúgio e caminho que ao teu coração conduz [ao Sagrado Coração de Jesus]. Seja a Virgem Santa Maria, a Senhora do Rosário de Fátima, a Saúde dos Enfermos e o Refúgio de teus Discípulos gerados junto à Cruz de teu amor”.

A iniciativa de renovar a consagração à Nossa Senhora de Fátima, partiu de um pedido feito por um grupo de leigos que coletou milhares de assinaturas, dirigidas ao presidente da Conferência Episcopal Portuguesa, que, depois de consultar todos os Bispos de Portugal, pediu ao Cardeal Marto que realizasse a consagração.

Nossa Senhora pediu a consagração ao seu Imaculado Coração

Já nas aparições de 1917, no que se chama a segunda parte do Segredo de Fátima, Nossa Senhora pedia a consagração ao seu Imaculado Coração: “Peço para que a Rússia seja consagrada ao meu Imaculado Coração”.

Posteriormente, a Irmã Lúcia declarou que Nossa Senhora novamente lhe apareceu no dia 13 de junho de 1929, dizendo-lhe: “Chegou o momento em que Deus pede ao Santo Padre que realize, em união com todos os Bispos do mundo, a consagração da Rússia ao meu Imaculado Coração”. (EPC)

Deixe seu comentário

Noticias Relacionadas