Gaudium news > Por que o Batismo de Jesus foi no rio Jordão?

Por que o Batismo de Jesus foi no rio Jordão?

O Jordão foi o local mais conveniente para o Batismo de Nosso Senhor?  

Redação (09/01/2022 11:01, Gaudium Press) São João escolhera a região do Jordão para ministrar seu batismo, por uma razão de prudência em relação à oposição dos fariseus a tudo aquilo que pudesse abalar o sólido establishment da sociedade judaica de então.

Acima de tudo, todavia, chama-nos a atenção o aspecto altamente simbólico do local.

O Jordão era o rio que os judeus haviam atravessado ao entrar na Terra Prometida, cujas águas, abertas por Josué com a Arca da Aliança (cf. Js 3, 14-17), separavam a escravidão egípcia da liberdade obtida após os quarenta anos de penitência no deserto.

Também o profeta Elias, antes de ser levado no carro de fogo para um lugar desconhecido, lançara seu manto sobre as águas do Jordão para dividi-las, passando à margem oposta sem se molhar, em companhia de Eliseu (cf. II Re 2, 8).

Ao regressar, Eliseu cruzou o rio — Elias já havia desaparecido, deixando-lhe seu manto —, mais uma vez ferindo as águas com o manto profético, em nome do “Deus de Elias” (cf. II Re 2, 13-14).

De maneira análoga, segundo São Tomás, “o Batismo de Cristo […] introduz-nos no Reino de Deus, simbolizado na Terra Prometida. […] [E] à mesma problemática pertence a divisão das águas do Jordão por Elias, o qual ia ser arrebatado ao Céu num carro de fogo […], pois aqueles que passam pelas águas do Batismo têm aberta a entrada no Céu mediante o fogo do Espírito Santo”.

Tais foram os motivos simbólicos que fizeram João escolher essas águas para batizar.

Mons. João Scognamiglio Clá Dias, EP

Texto extraído da revista arautos do Evangelho n. 133, janeiro 2013.

 

 

 

 

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas