Gaudium news > Polônia ganha dois novos Beatos

Polônia ganha dois novos Beatos

O Cardeal Stefan Wyszyński e a Madre Elżbieta Róża Czacka foram beatificados em cerimônia presidida pelo prefeito da Congregação para as Causas dos Santos, Cardeal Marcello Semeraro.

Redação (14/09/2021 12:48, Gaudium Press) No último domingo, 12 de setembro, o prefeito da Congregação para as Causas dos Santos, Cardeal Marcello Semeraro, declarou dois novos beatos poloneses. Durante uma Santa Missa celebrada no Templo da Divina Providência, em Varsóvia, o Cardeal Stefan Wyszyński e a Madre Elżbieta Róża Czacka, foram beatificados.

“Os novos beatos de hoje receberam desta nação o inestimável bem da Fé e a fidelidade de uma tradição secular de amor a Deus. O que eles ofereceram ao povo em retribuição? Ofereceram uma vida inteira de convicção na primazia de Deus, que é capaz de repor o homem em sua dignidade”, ressaltou o purpurado.

Cardeal Wyszyński liderou a resistência da Igreja ao comunismo

O Cardeal Wyszyński, foi o primaz da Polônia que liderou a resistência da Igreja ao comunismo. Já a Madre Czacka, foi uma religiosa que aos 22 anos perdeu a visão e por conta disso passou a cuidar dos deficientes visuais que na época não recebiam o cuidado adequado. “Eles deram testemunho de uma vida fiel ao Evangelho, a todo custo. Eles deixaram um modelo de serviço para uma pessoa específica necessitada, mesmo quando ninguém se importa e a indiferença parece prevalecer”.

Ao término de sua homilia, o Cardeal Semeraro invocou a intercessão dos dois novos Beatos “para que se acenda em nós o desejo de viver como Santos”. Citando as palavras que o Papa Francisco pronunciou durante a Audiência Geral de 7 abril de 2021, o purpurado explicou que os Santos são “testemunhas que veneramos e que de mil maneiras diferentes nos remetem a Jesus Cristo, único Senhor e mediador entre Deus e o homem”.

Relíquias dos novos Beatos

A cerimônia de beatificação contou ainda com a participação dos beneficiários dos milagres que tornaram possível ser iniciado o processo de beatificação. As relíquias da Beata Elżbieta Róża Czacka foram levadas por Karolina Gawrych, de 18 anos, que se recuperou de um acidente graças à intercessão da Irmã Elżbieta.

Já as relíquias do Beato Stefan Wyszyński foram levadas ao altar pela Irmã Nulla, que havia tido um tumor na garganta mas acabou se recuperando após membros de sua comunidade religiosa terem rezado pedindo a intercessão do Cardeal.

Palavras do Papa Francisco

Ao mesmo tempo em que era celebrada a cerimônia de beatificação na Polônia, em Budapeste o Papa Francisco presidia a missa de encerramento do 52º Congresso Eucarístico Internacional. O Pontífice fez questão de recordar do ato dizendo o seguinte: “Hoje em Varsóvia, não longe daqui, dois indivíduos que deram testemunho do Evangelho estão sendo beatificados: Cardeal Wyszyński e Elżbieta Czacka, fundadora das Irmãs Franciscanas das Servas da Cruz”.

“Ambos conheceram a Cruz em primeira mão. O cardeal Wyszyński, primaz da Polônia que foi preso, sempre foi um pastor corajoso de acordo com o Coração de Cristo e um arauto da liberdade e dignidade humanas. Irmã Elżbieta, que perdeu a visão quando era jovem, dedicou sua vida a ajudar os cegos. Que o exemplo desses novos beatos nos encoraje a transformar a escuridão em luz com o poder do amor”, concluiu. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas