Gaudium news > Pintor japonês dá seu testemunho após encontrar a Fé através da Arte Sacra

Pintor japonês dá seu testemunho após encontrar a Fé através da Arte Sacra

“A arte foi a entrada. Creio que inclusive sem palavras, como com a música de Bach, alguém pode intuir a beleza de um Criador”, afirmou Osamu Giovanni Micico.

 

Itália – Florença (Sexta-feira, 17-04-2020, Gaudium Press) Quando Osamu Giovanni Micico deixou o Japão para estudar de perto as obras mestras dos artistas italianos não suspeitava que encontraria algo mais valioso que a excelência artística: a Fé que inspirou as obras mestras que admirava. Agora, realiza ele mesmo obras de arte sacra nas quais comunica esse tesouro encontrado de maneira providencial.

Renascer espiritual por meio da pintura

“Quando cheguei à Itália, a pintura era o único caminho para mim”, relatou Micico à CNA. “Graças a Deus, também é onde Deus me concedeu meu renascer espiritual”. Sua vocação artística, proposta por estudos de ciências, o levou finalmente à Itália em 2008, aos seus 37 anos de idade. Ali estudou as obras de mestres como Michelangelo e Leonardo da Vinci.

(Leia também: O importante papel da Arte Sacra na preservação da Fé Católica)

Catequese através das obras de arte sacra

Copiando as obras, começou a sentir curiosidade pelos personagens e histórias representados. Ao perguntar a um amigo católico, o artista Dany MacManus, sobre o significado das imagens, começou a aprender os conteúdos da Fé de maneira similar à de muitas pessoas nos séculos passados que não tinham acesso aos livros mas podiam apreciar nas obras de arte verdadeiros compêndios de Fé. Depois MacManus o convidou à uma conferência sobre a doutrina de São João Paulo II, cimentando uma forte impressão que marcou o início de seu caminho até seu Batismo em 2010.

Pela arte se pode intuir a Beleza do Criador

(Leia também: Série de fotografias destaca a beleza do trabalho de um ateliê de Arte Sacra)

“A arte foi a entrada. Creio que inclusive sem palavras, como com a música de Bach, alguém pode intuir a beleza de um Criador”, indicou Micico. “Em última instância, Deus misericordioso foi representado na pintura… Isso foi o que me falou”. O caminho de sua Fé o levou a criar obras de arte sacra que podem ser o caminho de entrada para outras pessoas à arte da Fé. “Queria difundir estas Boas Novas usando o mesmo meio. Estou seguro de que há muitas pessoas que serão tocadas pela arte sacra contemporânea”. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas