Gaudium news > Peregrinação Nacional reúne mais de mil acólitos no Santuário de Fátima

Peregrinação Nacional reúne mais de mil acólitos no Santuário de Fátima

O encontro, que ocorreu no primeiro dia de uma nova fase de desconfinamento nacional, contou com uma presença “significativa” de peregrinos no Santuário português.

Portugal – Fátima (03/05/2021 15:29, Gaudium Press) No último domingo, 02 de maio, por volta de mil acólitos se reuniram no Santuário de Fátima para participar da celebração da XXV Peregrinação Nacional dos Acólitos, presidida pelo Arcebispo do Luxemburgo e presidente do Comitê Europeu de Acólitos, Dom Jean-Claude Hollerich.

Mensagem do Papa Francisco aos acólitos portugueses

A celebração foi iniciada com a leitura de uma mensagem enviada pelo Papa Francisco aos acólitos, por ocasião dos 25 anos de peregrinações. O pontífice indicou o caminho da santidade aos jovens acólitos, exortando-os a se a dedicarem “todo o entusiasmo da idade no encontro com Jesus escondido sob o véu eucarístico” e a “oferecer a Jesus as mãos, os pensamentos e o tempo”, tomando os exemplos da Beata Alexandrina de Balazar e de São Francisco Marto.

O Santo Padre explicou ainda que “quando se fala em imitar os Santos, não significa copiar o seu modo de ser e de viver a santidade. Tens de descobrir quem és e desenvolver o teu modo pessoal de seres santo, independentemente daquilo que digam e pensem os outros. Fazeres-te santo é tornar-te mais plenamente tu próprio, aquele que Deus quis sonhar e criar, não uma fotocópia. A tua vida deve ser um estímulo profético que sirva de inspiração para os outros, que deixe uma marca neste mundo, aquela marca única que só tu poderás deixar”.

Ser santo não significa tornar-se um extraterrestre

Em sua homilia, Dom Jean-Claude Hollerich também ressaltou o no caminho da santidade, fazendo um apelo aos jovens acólitos para que vivam a sua entrega e serviço além das fronteiras do altar, assumindo uma resposta assertiva ao convite vocacional de amor que Deus faz a todos os batizados.

“Ser chamado à santidade não significa tornar-se um extraterrestre. Jesus tem uma proposta de amizade para cada homem, para cada mulher. Todos vós sois chamados por Deus à vida, também sois chamados a ser membros da Igreja como acólitos. Deus continua a chamar-vos ao casamento, a seres pai, a um trabalho, a um compromisso na paróquia, ao sacerdócio”, afirmou.

O purpurado destacou ainda que a santidade começa com pequenos gestos. “Quando acordas de manhã, seja com alegria ou tristeza, podes dizer bom dia a Jesus. Desta forma, começas um novo dia na Sua presença e ele continuará contigo. Ele ama-te, mesmo quando fazes coisas que são absolutamente más, por isso, o Seu amor toma a forma de perdão. Quando te familiarizares desta forma com Deus, o desejo de santidade vai nascer no teu coração”, assegurou. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas