Gaudium news > Passionistas completam 300 anos de sua fundação

Passionistas completam 300 anos de sua fundação

Presente há 102 anos no Brasil, a Congregação da Paixão de Jesus Cristo celebrou o terceiro centenário através de uma celebração no Santuário Nacional de Aparecida.

Redação (06/09/2021 12:14, Gaudium Press) A Congregação da Paixão de Jesus Cristo, também conhecida como Passionistas, comemorou os seus 300 anos de fundação através de uma Romaria até o Santuário Nacional de Aparecida na noite do último sábado, 4. Esta Ordem Religiosa está presente no Brasil há 102 anos.

O Bispo diocesano de Cachoeiro do Itapemirim (ES), Dom Luiz Fernando Lisboa, presidiu uma Santa Missa Solene que foi concelebrada pelo Bispo de Guarapuava (PR), Dom Amílton Manoel da Silva. Em sua homilia, o celebrante principal recordou que os Passionistas estão presentes em mais de 60 países e em cinco continentes.

A espiritualidade da Cruz

Tratando sobre São Paulo da Cruz, fundador dos Passionistas, o prelado destacou que “é dele que vem esse carisma e essa espiritualidade da Paixão, a espiritualidade da Cruz. A espiritualidade da Cruz, da Paixão, nos ensina a olhar para Cristo crucificado e a perceber nele a maior obra de Deus pela humanidade, a maior prova do amor. Dar a própria vida por nós”.

“Somos chamados a inspirar toda a Igreja a olhar para o crucificado e ir ao encontro dos crucificados da nossa história, daqueles que sofrem, daqueles que passam tribulações, os mais vulneráveis, daqueles que são chamados ao encontro deles a apresentar com o testemunho, a esperança que vem de Deus”, ressaltou.

Não tenhamos medo da Cruz

Dom Luiz explicou ainda que “ver a Jesus significa ser protagonista da vida, da Fé, da existência; Ouvir a Jesus é escutar e pensar que a Palavra dele vai ao coração; Falar é ser anunciador e superar barreiras”.

Todos somos chamados a anunciar Jesus, mas também a denunciar tudo aquilo que é contra o Pai, tudo aquilo que é contra os seus ensinamentos e que isso é o mais difícil para os cristãos no mundo de hoje. “Nós passionistas hoje deixamos essa mensagem para o Brasil, não tenhamos medo da Cruz, tenhamos esperança, confiemos na ressurreição”, concluiu. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas