Gaudium news > Papa Francisco renunciará ao seu pontificado?

Papa Francisco renunciará ao seu pontificado?

Fortes rumores, que circulam pela mídia e pelas sacristias de todo o mundo, indicam que o atual Pontífice, seguindo o mesmo caminho de Bento XVI, estaria planejando renunciar ao seu pontificado.

Foto: Vatican Media.

Cidade do Vaticano (05/07/2022 13:11, Gaudium Press) Em entrevista concedida à agência Reuters, o Papa Francisco se manifestou sobre os fortes rumores que circulam na mídia e nas sacristias de todo o mundo indicando que o atual Pontífice, seguindo o mesmo caminho do Papa Emérito Bento XVI, estaria planejando renunciar ao pontificado.

Coincidências ou prenúncio?

Dentre os pontos apresentados para esta possível renúncia estão: o consistório marcado para o final de agosto; e uma viagem que o Santo Padre fará para a cidade italiana de L’Aquila, associada ao Papa Celestino V (que renunciou no ano 1294) e com Bento XVI, do qual se acredita que tenha prenunciado sua própria renúncia ao colocar seu pálio no túmulo de Celestino durante uma visita à cidade no ano de 2009.

Desmentindo estas interpretações, Francisco assegurou que apesar de todas estas coincidências tenham feito alguns pensarem que a mesma ‘liturgia’ ocorreria, “isso nunca me passou pela cabeça. Não por enquanto, não por enquanto. Realmente!”.

Renúncia é levada em consideração

Entretanto, assim como já afirmou em outras ocasiões, o Pontífice explicou que levará em consideração a possibilidade de renunciar caso a saúde o impossibilite de continuar em seu ministério. “Quando chegar a hora em que eu vir que não posso fazer isso [administrar a Igreja, por causa de problemas de saúde], farei isso [renunciar]”, ressaltou.

“Esse foi o grande exemplo do Papa Bento XVI. Foi uma coisa muito boa para a Igreja. Ele disse aos Papas que parassem a tempo”, observou. Ao ser perguntado diretamente quando ele poderia renunciar, o Papa Francisco simplesmente respondeu: “Não sabemos. Deus dirá!”. Palavras semelhantes foram ditas em entrevista concedida no início deste mês para a agência de notícias Télam. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas