Gaudium news > Papa Francisco fala sobre examinar e avaliar os candidatos ao sacerdócio

Papa Francisco fala sobre examinar e avaliar os candidatos ao sacerdócio

Em um longo discurso para os formadores do Seminário Arquiepiscopal de Milão, o Papa Francisco abordou a necessidade de uma boa formação ao lado de uma avaliação bem feita dos futuros sacerdotes

Redação (18/06/2022 08:00, Gaudium Press)  Por ocasião dos 150 anos da  revista teológica “La Scuola Cattolica”, o Papa recebeu os formadores do Seminário Arquiepiscopal de Milão, na última sexta-feira (17).

Examinar e avaliar os candidatos ao sacerdócio

Durante seu discurso o Pontífice abordou a necessidade que o mundo tem de “sacerdotes que possam comunicar a bondade do Senhor àqueles que experimentaram o pecado e o fracasso, sacerdotes especialistas em humanidade”.

O Papa ressaltou a importância de haver uma boa formação para os sacerdotes além de examinar e avaliar com cuidado os seminaristas, considerando o modo com o qual eles vivem os afetos, relacionamentos e responsabilidades, mas igualmente as fragilidades e desequilíbrios de cada um.

O Papa ainda acrescentou dizendo que: “todo caminho deve ativar processos destinados a formar sacerdotes e consagrados maduros, especialistas em humanidade e proximidade, e não funcionários do sagrado”. 

Como falar de fé e teologia no mundo atual?

Ademais, Francisco falou sobre a maneira como a fé e a teologia devem ser abordadas em nossos dias. Ele definiu a revista “La Scuola Cattolica” como sendo “a vitrine de uma oficina, onde o artesão expõe seus trabalhos e se pode admirar sua criatividade”.

Francisco criticou o fato de haver uma teologia “pré-confeccionada” e muita preocupada com disputas acadêmicas e acrescentou que as “homilias ou catequeses são em grande parte compostos de moralismos, que pouco nos falam de Deus”.

Em um mundo que perde o sentido, a teologia deve ser criativa e estimular a busca do sentido e iluminar o caminho, explicou Francisco. A propósito disso, Francisco fez notar a importância do exemplo durante o período de formação e disse aos formadores que os seminaristas “podem aprender mais da vida de vocês do que das suas palavras”.

O Papa também explicou que o teólogo é o homem espiritual, humilde de coração, aberto à infinita novidade do Espírito e próximo às feridas da humanidade pobre, descartada e sofrida” (FM)

Com informações de Vatican News.

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas