Gaudium news > Papa Francisco celebra os 400 anos da primeira canonização coletiva da história

Papa Francisco celebra os 400 anos da primeira canonização coletiva da história

Os cinco Santos canonizados pelo Papa Gregório XV no dia 12 de março de 1622, são considerados importantes nomes da história da Igreja Católica.

Cidade do Vaticano (11/03/2022 09:37, Gaudium Press) Neste próximo sábado, 12, o Papa Francisco presidirá uma Santa Missa solene na Igreja de Gesù em Roma para comemorar os 400 anos da primeira canonização coletiva da história.

Os cinco Santos canonizados pelo Papa Gregório XV no dia 12 de março de 1622, são considerados importantes figuras históricas para a Igreja Católica: Santo Inácio de Loyola, São Francisco Xavier, Santa Teresa de Ávila, São Felipe Néri e Santo Isidoro.

Dois importantes Santos jesuítas: Santo Inácio e São Francisco Xavier

Dentre estes Santos estão dois jesuítas: Santo Inácio de Loyola (1491–1556), fundador da Companhia de Jesus; e São Francisco Xavier (1506-1552), missionário e um dos primeiros companheiros de Santo Inácio.

Esta Santa Missa também faz parte das celebrações do Ano Inaciano, iniciado no dia 20 de maio de 2021 e que durará até 31 de julho de 2022, com o qual a Companhia comemora o 500° aniversário da conversão de Santo Inácio de Loyola.

Outros dois Santos fundadores de Ordens Religiosas: Santa Teresa e São Felipe Néri

Outros dois Santos são fundadores de Ordens Religiosas de grande relevância: Santa Teresa de Jesus, também conhecida como Santa Teresa de Ávila (1515-1582), religiosa e mística, fundadora das religiosas e religiosos carmelitas descalços; e São Felipe Néri (1515-1595), apelidado como “O Apóstolo de Roma” e “O Santo da Alegria”, sacerdote e fundador dos oratorianos.

O menos conhecido do grupo é Santo Isidoro, um lavrador madrileno que se dedicou à caridade e à oração. Na realidade, ele era o único que seria proclamado santo naquele dia, entretanto, como em janeiro daquele ano o processo de canonização dos outros quatro Beatos estava quase concluído, a então Congregação dos Ritos decidiu dar vida a um evento “múltiplo”, o primeiro da história.

Missa será concelebrada pelos superiores das ordens religiosas envolvidas

A Santa Missa será presidida pelo Papa Francisco às 17h (horário de Roma) e concelebrada pelos superiores das ordens religiosas envolvidas: o Padre Miguel Márquez Calle OCD (carmelitas descalços); o Padre Michele Nicolis CO (oratorianos); o Padre Mìceàl O’Neill OCarm (carmelitas); o Padre Arturo Sosa SJ (jesuítas) e o Arcebispo de Madri (Espanha), o Cardeal Carlos Osoro Sierra.

Considerada como o principal templo da Companhia de Jesus, a Igreja do Santíssimo Nome de Jesus, ou Igreja de Gesù, conserva em seu interior o túmulo com os restos mortais de Santo Inácio de Loyola. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas