Gaudium news > Papa Francisco celebra Missa de encerramento do Congresso Eucarístico da Itália

Papa Francisco celebra Missa de encerramento do Congresso Eucarístico da Itália

O Papa celebrou a Missa de encerramento do Congresso Eucarístico Nacional, em Matera, e convidou os fiéis a redescobrir a adoração de Jesus Eucarístico

Redação (25/09/2022 06:30, Gaudium Press) Por ocasião do encerramento do Congresso Eucarístico Nacional da Itália, o Papa Francisco celebrou a Missa de encerramento na manhã deste domingo, 25 de setembro, na cidade de Matera.

Apesar do mal tempo, a celebração da Eucaristia presidida pelo Santo Padre foi realizada no Estádio XXI de setembro, na cidade localizada no sul da Itália, e contou com a participação de mais de doze mil fiéis.

O 27º Congresso Eucarístico Nacional foi organizado pela Conferência Episcopal Italiana (CEI) e teve como tema: “Voltemos ao sabor do pão – Por uma Igreja eucarística e sinodal”.

A homilia do Papa

Durante sua homilia, Francisco abordou a importância da Eucaristia em nossas vidas e comentou a parábola do rico e do pobre Lázaro.

O Papa explicou que o rico adora a si mesmo a tal ponto que ele não tem nome, é conhecido unicamente por um adjetivo: “rico”.

Já o pobre Lázaro, que significa “Deus ajuda”, mesmo na miséria e na necessidade “vive uma relação com Deus”.

Na cruz, Jesus provou ser mais forte do que o pecado; no sepulcro, derrotou a morte. Foi este que tornou os mártires vitoriosos na provação… e eles foram muitos no último século.

Redescobrir a adoração eucarística 

A parábola nos mostra, acrescentou o Pontífice, “um desafio permanente que a Eucaristia faz nas nossas vidas: adorar a Deus e não a nós mesmos”.

Adorando a Deus, nos tornamos livres. “Aquele que adora a Deus não se torna escravo de ninguém”, afirmou o Papa que convidou os fiéis a redescobrir a oração e a adoração Eucarística.

A presença de Jesus na Eucaristia é um convite à conversão: “da indiferença à compaixão, do desperdício à partilha, do egoísmo ao amor, do individualismo à fraternidade”, disse ele. (FM)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas