Gaudium news > Papa Francisco analisa a discussão entre São Pedro e São Paulo

Papa Francisco analisa a discussão entre São Pedro e São Paulo

Na Audiência Geral, Francisco continuou as meditações sobre a Carta aos Gálatas.

Redação (25/08/2021 11:09, Gaudium Press) Na Audiência Geral de hoje, também na Sala Paulo VI, o Papa Francisco continuou sua meditação sobre a carta do Apóstolo Paulo aos Gálatas.

Hoje essa Carta tratava da recriminação de São Paulo ao Príncipe dos Apóstolos que queria manter certos costumes judaicos que não eram essenciais para a vida cristã e carregavam, com peso excessivo, especialmente os convertidos do paganismo.

“Sem querer, Pedro, com esta forma de agir, criava de fato uma divisão injusta na comunidade”, explicou Francisco.

“Pedro comia sem problemas com os não judeus que vinham do paganismo, algo que era proibido pela Lei, mas quando chegaram na cidade alguns cristãos circuncidados de Jerusalém, ou seja, que respeitavam a Lei mosaica, Pedro já  não mais comia com os Gentios para não incorrer em suas críticas ”, afirmou.

O exemplo do Papa é muito imitado

Essas atitudes do primeiro Papa, como era normal, repercutiram nos outros apóstolos “também porque Pedro era imitado pelos outros discípulos, o primeiro de todos Barnabé, que junto com Paulo evangelizou justamente os gálatas”.

“As pessoas preferem fingir do que ser elas mesmas. Fingir impede a coragem de dizer a verdade abertamente e, assim, facilmente se evita a obrigação de dizê-la sempre, onde quer que esteja e apesar de tudo. Em um ambiente onde as relações interpessoais são vividas sob a bandeira do formalismo, o vírus da hipocrisia se espalha facilmente ”, afirmou Francisco.

Para combater a hipocrisia, o Papa nos convida a recordar as palavras de Cristo: “Seja este o vosso modo de falar: sim, sim, não, não; tudo o que for além disto procede do espírito do mal” (Mt 5, 37).

Na saudação aos fiéis de língua espanhola, Francisco convidou-os a pedir ajuda a Jesus Cristo para serem coerentes, para combater com valentia tudo o que se afasta da verdade e da fé professada, para serem autênticos construtores da unidade e da fraternidade.

Com informações Vatican News.

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas