Gaudium news > Papa Francisco: a fé não é uma relação comercial com Deus

Papa Francisco: a fé não é uma relação comercial com Deus

No Angelus dominical, Francisco meditou sobre o evangelho do jovem rico que não seguiu Jesus.

Redação (11/10/2021 14:14, Gaudium Press) Ontem, no Angelus, o Papa meditou sobre a leitura do Evangelho do dia, que narra a história do moço rico, um jovem que era bom, que foi olhado “com amor” pelo Senhor, que foi chamado por Jesus a deixar tudo e a segui-lo e que, infelizmente, não cumpriu a sua vocação.

O jovem rico era alguém que procurava algo a mais do que a mera prática religiosa, e que acreditava que poderia encontrar esse algo mais em Cristo. Foi “correndo” ao encontro de Jesus e se ajoelhou diante dEle. Mas não se rendeu à voz e aos conselhos do Redentor, confiava muito em si mesmo, e, por isso, “ficou pesaroso e foi embora cheio de tristeza”. ( Cf. Mc 10, 17-30 )

Ao comentar algumas particularidades da linguagem do jovem rico, Francisco apontou que seu discurso revelava características de “uma relação comercial com Deus, um do ut des“. Porém, a fé não entra nas relações comerciais, ela “é um dom”, é “um olhar de amor [de Deus] que deve ser acolhido”.

“A vida cristã torna-se bela, se não se basear nas nossas capacidades e projetos, mas sim no olhar de Deus”, afirmou o Papa. E quando queremos restaurar uma fé que mostra sinais de cansaço, Francisco aconselhou: “procura o olhar de Deus: coloca-te em adoração, deixa-te perdoar na Confissão, apresenta-te perante o Crucificado”.

Jesus pediu ao jovem rico uma entrega total. “Quantas vezes nos contentamos com os deveres – os preceitos, algumas orações, e muitas coisas deste gênero – enquanto Deus, que nos dá a vida, nos pede impulsos de vida! “

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas