Gaudium news > Papa anuncia possível viagem ao Sudão do Sul e ao Congo

Papa anuncia possível viagem ao Sudão do Sul e ao Congo

No avião que o conduzia a Roma, o Papa Francisco declarou que prevê uma possível viagem para o Sudão do Sul e para o Congo em fevereiro de 2023

Redação (16/09/2022 18:00, Gaudium Press) No último dia 15 de setembro, o Papa declarou no avião que o levava de volta a Roma, após sua viagem ao Cazaquistão, que em conversa com Justin Welby, primaz da Inglaterra, ambos viram a possibilidade de uma viagem para o Sudão do Sul.

“E se eu vou ao Sudão do Sul, eu irei também ao Congo” afirmou o Pontífice. De fato, Francisco tinha uma viagem marcada para a República Democrática do Congo e para o Sudão do Sul entre os dias 2 e 7 de julho deste ano.

Contudo, por problemas de saúde relacionados com dores no joelho direito, o Papa teve que cancelar a viagem, além de passar a utilizar-se de uma cadeira de rodas para locomover-se.

Desculpas públicas e envio de um representante

Após o cancelamento da viagem, o Papa pediu repetidas vezes desculpas aos congoleses e sul-sudaneses pela anulação de sua visita.

Em seu lugar, o Papa enviou o Cardeal Parolin, Secretário de Estado do Vaticano, para substituí-lo na presidência das celebrações eucarísticas já há muito previstas.

Viagem ao Canadá: “viagem penitencial”

Ainda no mês de julho, o Papa Francisco fez uma viagem apostólica ao Canadá. O país norte-americano enfrenta há algum tempo um clima de tensão entre a Igreja Católica e os povos autóctones.

Diante desta contenda, o Papa decidiu visitar o país, em uma viagem que ele qualificou de “penitencial”, por causa dos supostos abusos de clérigos contra os povos autóctones.

Viagem ao Cazaquistão: encontros importantes

Mais recentemente, o Papa visitou o Cazaquistão. O país da Ásia central foi durante três dias palco de um encontro com os líderes mundiais e tradicionais das principais religiões do planeta.

Além disso, a agenda de Francisco previa um importante encontro com Krill, o Patriarca de Moscou. Esperava-se que ambos discutissem a guerra na Ucrânia, mas o Patriarca de Moscou enviou um representante no seu lugar.

Falou-se ainda de um possível encontro entre o Papa e o presidente da China Xi Jinping, que coincidentemente também estava na capital do Cazaquistão. O encontro também não ocorreu.

Possível viagem à África

Com o cancelamento da viagem à África e com as viagens realizadas para o Canadá e Cazaquistão, o Papa parece se sentir em dívida com a República Democrática do Congo e com o Sudão do Sul e levantou a hipótese de uma viagem em fevereiro para esses dois países africanos. (FM)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas