Gaudium news > Outra igreja bombardeada em Mianmar

Outra igreja bombardeada em Mianmar

No mesmo dia em que o Papa Francisco pediu orações urgentes para as regiões problemáticas de Mianmar e da Terra Santa, outra igreja foi destruída no estado birmanês de Kayah; o sexto ataque desse tipo em apenas duas semanas.

Redação (08/06/2021 16:00, Gaudium Press) Domingo de manhã, na comemoração da festa de Corpus Christi, os militares de Mianmar dispararam projéteis contra a Igreja Católica Maria, Rainha da Paz em Daw Ngan Kha, no estado de Kayah. Não houve vítimas, mas a igreja sofreu danos significativos.

Várias casas nas proximidades também foram danificadas durante o bombardeio, que começou nas primeiras horas da manhã.

Com efeito, diversas igrejas estão sendo destruídas em Mianmar no enfrentamento entre rebeldes e forças militares após o golpe de Estado de 1º de fevereiro, no qual o exército de Mianmar expulsou os líderes democraticamente eleitos do país e assumiu o controle do governo.

Após o ataque de 24 de maio à igreja do Sagrado Coração em Kayantharyar, o cardeal Charles Bo, arcebispo de Yangon, emitiu uma declaração, pedindo que os ataques a locais de culto parem: “É com imensa tristeza e dor que registramos nossa angústia nos ataques a civis inocentes”.

“Os atos violentos, incluindo bombardeios contínuos com armamento pesado contra grupo de mulheres e crianças, causaram vítimas desnecessárias. Isso precisa parar. Nós imploramos a todos vocês para não intensificar a guerra”.

O próprio Papa Francisco defendeu a paz e a unidade em Mianmar à medida que a violência continua a aumentar.

No domingo, o papa fez outro apelo para Mianmar, pedindo que, “cada um de acordo com sua própria tradição religiosa”, participasse de uma iniciativa especial em 8 de junho, organizada pela Ação Católica, que pede um minuto de silêncio pela paz em Mianmar e na Terra Santa.

Com informações Cruxnow.

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas