Gaudium news > Oração e frases de São Luís Gonzaga, padroeiro da juventude

Oração e frases de São Luís Gonzaga, padroeiro da juventude

A Igreja Católica celebra no dia de hoje, 21 de junho, a memória de São Luís Gonzaga, padroeiro da Juventude e dos estudantes.

Redação (21/06/2021 09:23, Gaudium Press) Nascido na Itália no ano de 1568, Luís pertencia a uma família do Sacro Império. Seu pai desejava que o filho seguisse a carreira militar, entretanto, Luís preferiu abdicar da nobreza para se dedicar a Deus de forma exclusiva.

Foi então que ingressou como noviço à recém-formada Companhia de Jesus. Em seguida, foi para Roma, onde iniciou seus estudos de Teologia. Durante esse período, Roma estava passando por uma grande epidemia de tifo que ceifou a vida de muitas pessoas. Compadecido com o sofrimento das pessoas, o jovem jesuíta decidiu permanecer no local e ajudar os doentes. Luís acabou contraindo a doença, falecendo no dia 21 de junho de 1591, aos 23 anos.

Frases de São Luís Gonzaga

“Toda perfeição evangélica se alcança com o contínuo exercício da oração”.

“Aquele que realmente deseja amar a Deus, não ama senão tiver um desejo ardente e constante de sofrer por sua causa”.

“No entardecer de nossa vida, seremos julgados segundo o amor.”

“Aquele que não é homem de oração não chegará jamais a um ato grande de santidade, nem jamais triunfará sobre si mesmo”.

“Não há nenhum sinal mais certo de que alguém seja do número dos escolhidos, do que vê-lo temente a Deus, e ao mesmo tempo, ser provado com tribulação e desolação neste mundo”.

Oração a São Luís Gonzaga

Ó Luís Santo, adornado de angélicos costumes, eu, vosso indigníssimo devoto, vos recomendo singularmente a castidade da minha alma e do meu corpo. Rogo-vos por vossa angélica pureza, que intercedais por mim ante ao Cordeiro Imaculado, Cristo Jesus e sua santíssima Mãe, a Virgens das virgens, e me preserveis de todo o pecado. Não permitais que eu seja manchado com a mínima nódoa de impureza; mas quando me virdes em tentação ou perigo de pecar, afastai do meu coração todos os pensamentos e afetos impuros e, despertando em mim a lembrança da eternidade e de Jesus crucificado, imprime profundamente no meu coração o sentimento do santo temor de Deus e inflamai-me no amor divino, para que, imitando-vos cá na terra, mereça gozar a Deus convosco lá no céu. Amém. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas