Gaudium news > O Presidente do Episcopado Alemão foi sincero com o Papa?

O Presidente do Episcopado Alemão foi sincero com o Papa?

Mons. Batzing disse que informou Francisco “com detalhes” sobre o Caminho Sinodal Alemão.

Redação (26/06/2021 11:33, Gaudium Press) Mons. Georg Batzing, bispo de Limburg e presidente da Conferência Episcopal Alemã, foi recebido pelo Papa na quinta-feira passada, em uma audiência que, segundo fontes do Vaticano, deveria ser realizada em julho, mas que tinha sido antecipada porque o Papa não receberá visitas no próximo mês.

De acordo com um comunicado emitido pouco depois pela Conferência Episcopal Alemã, Mons. Batzing declarou que o papa “nos encorajou a continuar no Caminho Sinodal que escolhemos, discutir as questões aberta e honestamente, e chegar a recomendações para uma mudança na maneira de como a Igreja opera”.

Revelou também que o foco de sua conversa foi o tema da crise de abuso sexual e que ele também havia informado ao papa “com detalhes” sobre o chamado Caminho Sinodal Alemão, sublinhando que havia “deixado claro” para Francisco que os rumores de que a Igreja na Alemanha queria “embarcar em um caminho especial eram infundados”.

De fato, há muito tempo estão em destaque as posições doutrinárias de Mons. Batzing que, após o responsum da Congregação para a Doutrina da Fé sobre as bênçãos às uniões homossexuais, mostrou seu desgosto com essa afirmação porque as discussões que ocorrem intensamente em diversos lugares sobre esses assuntos “não podem ser simplesmente eliminadas do mundo com um argumento de autoridade”. Na mesma época, Thomas Sternberg, presidente da Comissão Central dos Católicos Alemães e à frente do sínodo alemão, declarou que a nota da Congregação do Vaticano se incluía em uma “série de perturbações sobre o Caminho Sinodal alemão”, provenientes de Roma. Portanto, não está claro se Mons. Batzing informou com detalhes ao Papa o que está acontecendo na Alemanha.

A Assessoria de Imprensa do Vaticano não confirmou o conteúdo da declaração da Conferência dos Bispos Alemães

De acordo com Edward Pentil, do National Catholic Register, este meio de comunicação perguntou à Assessoria de Imprensa da Santa Sé se poderia confirmar o conteúdo da declaração da Conferência Episcopal Alemã. A Assessoria de Imprensa respondeu que “não se costuma oferecer informações sobre o conteúdo dessas conversas”.

A reunião entre o Papa e Mons. Batzing ocorreu após o encontro entre católicos e protestantes na Alemanha, desafiando as advertências do Vaticano sobre a participação na celebração mútua da Ceia do Senhor no Terceiro Congresso da Igreja Ecumênica em Frankfurt, no mês passado. A congregação para a Doutrina da Fé havia alertado o Bispo Batzing contra tal prática em setembro passado, dizendo que as diferenças doutrinárias com os protestantes eram “ainda muito importantes” e que “a participação mútua na Ceia do Senhor ou na Eucaristia” não era possível.

Na reunião de ontem, Mons. Batzing disse estar “grato ao Papa Francisco por poder falar longamente sobre questões ecumênicas e o recente Terceiro Congresso da Igreja Ecumênica, sobre o qual informei e cujo impacto expliquei”. (Gaudium Press / Saul Castiblanco)

Com informações National Catholic Register

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas