Gaudium news > Nossa Senhora é nosso refúgio nas dificuldades da vida, assegura reitor do Santuário de Fátima

Nossa Senhora é nosso refúgio nas dificuldades da vida, assegura reitor do Santuário de Fátima

Padre Carlos Cabecinhas, exortou aos peregrinos para que, a exemplo de Maria, valorizem a presença de Deus em todas as situações da vida.

Portugal – Fátima (18/08/2022 16:57, Gaudium Press) Por ocasião da Solenidade da Assunção de Nossa Senhora, celebrada no dia 15 de agosto, o reitor do Santuário de Fátima, Padre Carlos Cabecinhas, exortou aos peregrinos para que, a exemplo de Maria, valorizem a presença de Deus em todas as situações da vida.

Deus não nos abandona

Segundo o sacerdote, a celebração da Assunção nos confirma que no Céu temos uma defensora e advogada que nos indica sempre o caminho para Deus. “Celebrar a Assunção é experimentar esta mesma alegria, que brota da certeza da presença misericordiosa de Deus nas nossas vidas”, ressaltou.

O reitor do Santuário assegurou que Deus está presente em nossas vidas de muitas formas e “com Maria aprendemos a estar atentos a essa presença e a alegrarmo-nos porque Deus não nos abandona”. Esta alegria “brota da Fé e da Confiança em Deus, que não nos esquece nem nos abandona, sobretudo nos momentos mais difíceis”.

Foto: Santuário de Fátima.

Nossa Senhora intercede continuamente por nós

O Padre Carlos Cabecinhas destacou ainda que “ao celebrarmos a Assunção, confiamos a Maria tudo o que nos preocupa e aflige, pois ela, aqui em Fátima, se apresentou como nosso refúgio nas dificuldades da vida. Glorificada no Céu, ela intercede continuamente por nós. Confiamos-Lhe as nossas súplicas por nós”.

“Nos momentos de dificuldades fixamo-nos tantos nos problemas, que nos tornamos incapazes de reconhecer o que Deus, em cada dia, nos concede; tornamo-nos incapazes de reconhecer as maravilhas que continua a realizar em nós e através de nós… Hoje, queremos, como Maria, glorificar o Senhor porque põe os seus olhos na nossa humilde condição e continua a fazer maravilhas em nós e por meio de nós”, concluiu. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas