Gaudium news > Musical francês da história de Santa Bernadette prevê versão brasileira

Musical francês da história de Santa Bernadette prevê versão brasileira

A comédia musical “Bernadette Soubirou” alcançou um notável sucesso em 2019 e volta a ser exibida em 2022, em Lourdes. O espetáculo sonha com uma versão brasileira

Redação (09/08/2022 12:00, Gaudium Press) Em 2019, aparece na França o primeiro musical que narra a história da vidente de Lourdes e que se chama simplesmente “Bernadette Soubirous”.

O espetáculo musical, ao mais puro estilo americano de Broadway, foi concebido por Roberto Ciurleo e por Eleonor de Galard, após um projeto de nove anos.

A comédia musical teve a aprovação das autoridades eclesiásticas de Lourdes graças a sua narração piedosa e séria da vida da vidente Bernadette.

Um sucesso inesperado

O teatro Robert-Hossein abrigou o espetáculo entre julho e outubro de 2019, com Eyma Scharen, revelação do The Voice Kids 2015, interpretando Santa Bernadette.

A apresentação atraiu cerca de 70 mil pessoas, das quais muitos nem eram católicos. O sucesso do show prometia crescer ainda mais se não fosse a pandemia.

De fato, a segunda temporada estava prevista para os meses de abril a setembro de 2020 e já contava com 53 mil lugares reservados após o fim da primeira temporada.

Retomada após a pandemia

Contudo, o espetáculo musical só pode retomar as apresentações em abril deste ano (2022).

Muitas pessoas ainda procuram o espetáculo, mas os números ainda são menores do que antes da pandemia.

O santuário de Lourdes costumava receber cerca de 3,5 milhões de peregrinos por ano. Atualmente esse número flutua em torno de 1,5 milhão de pessoas.

Atualmente em cartaz no Robert-Hossein até outubro de 2022, a equipe do espetáculo se prepara para a solenidade do dia 15 de agosto, a Assunção de Maria.

É sabido que a Assunção de Nossa Senhora atrai peregrinos de todas as partes do mundo para o santuário mariano, o que faz prever um aumento no número de espectadores para “Bernadette Soubirous”.

Os desafios de uma comédia musical de tema religioso

Mesmo com um público menor que em 2019, o elenco de Bernadette Soubirous está otimista com o futuro do espetáculo: “Ele (o show) é especial, ele envolve as pessoas como nenhuma outra produção” confessa o Co-produtor Roberto Ciurleo.

Realmente, o espetáculo foi um verdadeiro desafio se considerarmos o caráter religioso do show em uma sociedade pouco habituada com a temática.

Ademais, outra dificuldade enfrentada pelos realizadores do projeto foi convencer à Igreja a aceitar a comédia musical.

“O santuário não estava acostumado com o mundo do entretenimento e demorou muito para aceitar o projeto. No final, foi uma surpresa muito agradável para todos!” confessou Ciurleo.

Planos de expansão: versão brasileira e americana

Além do sucesso surpreendente de 2019 com o público francês, a comédia musical planeja uma expansão internacional.

Ainda antes da pandemia, os produtores trabalhavam para a realização de uma versão americana e outra brasileira.

Com a volta da exibição do show, os projetos para cruzar as fronteiras da França também são reavivados. (FM)

Com informações de La Vie.

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas