Gaudium news > Mais de 360 milhões de cristãos são perseguidos em todo o mundo

Mais de 360 milhões de cristãos são perseguidos em todo o mundo

O dado está presente no relatório “Igreja Refugiada: Relatório de 2022 sobre deslocados internos e refugiados”, divulgado pela ONG ‘Portas Abertas – Open Doors’.

Redação (20/06/2022 10:22, Gaudium Press) Por ocasião do Dia Mundial do Refugiado da ONU, celebrado nesta segunda-feira, 20 de junho, a organização sem fins lucrativos ‘Portas Abertas – Open Doors’ divulgou um relatório intitulado “Igreja Refugiada: Relatório de 2022 sobre deslocados internos e refugiados”.

Há mais de 60 anos a ONG desempenha um importante papel na pesquisa de campo das causas e soluções para a perseguição, oferecendo apoio material, auxílio emergencial, informação e assistência aos cristãos perseguidos por sua Fé. Além de manter a World Watch List, na qual estão nomeados os países onde os cristãos enfrentam altos níveis de perseguição.

Lista mundial da perseguição triplicou em menos de uma década

Concentrando-se nos 50 principais países onde os cristãos são mais perseguidos, o documento divulgado pela ‘Porta Abertas’ registra que, atualmente, mais de 360 ​​milhões de cristãos enfrentam altos níveis de perseguição e discriminação com base em sua Fé e 312 milhões enfrentam um nível muito alto ou extremo de perseguição.

Segundo o documento, a lista mundial da perseguição triplicou em menos de uma década, revelando que um em cada sete cristãos é perseguido por defender sua crença no nome de Nosso Senhor Jesus Cristo. Essa perseguição não é exclusiva de uma região ou país, mas está presente em mais de 50 nações consideradas as mais perigosas para um cristão.

Números da perseguição

Durante o período examinado pelo relatório, 5.898 cristãos foram mortos, 4% a mais do que no ano anterior (4.761). Além disso, 5.110 igrejas e prédios foram atacados ou fechados, um aumento de 14% em relação ao relatório de 2021.

Outros dados alarmantes são os que representam o número de cristãos presos sem julgamento e encarcerados, 6.175 (um aumento de 69%) e os que registram a quantidade de cristãos sequestrados: 3.829, 124% a mais que os 1.710 do relatório anterior. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas