Gaudium news > Incêndio atinge histórica igreja da Santa Veracruz no México

Incêndio atinge histórica igreja da Santa Veracruz no México

A Igreja da Santa Veracruz é a segunda mais antiga da Cidade do México, e suas origens remontam os tempos de Hernán Cortés.

México – Cidade do México (31/08/2020 10:00, Gaudium Press) Na manhã do último domingo, 30, um incêndio foi registrado na Igreja de Santa Veracruz, na Cidade do México. As chamas se concentraram na torre do campanário e logo foram controladas pelos bombeiros. No entanto, algum tempo depois, os bombeiros foram novamente chamados para combater novo foco de incêndio. 

Um dos bombeiros foi atendido pelos paramédicos da Cruz Vermelha após ser atingido por uma estrutura metálica enquanto combatia o fogo, além disso, um homem, em aparente situação de rua, foi encontrado na cúpula da igreja, de onde foi resgatado.

Parte do reforço metálico no interior do templo colapsou e a equipe do Instituto Nacional de Belas Artes e Literatura ainda está avaliando os danos.

Arquidiocese pede orações para que igreja possa reabrir suas portas

“Pedimos orações ao povo de Deus para que logo esta igreja, de um alto valor histórico e que costuma ter grande assistência de fiéis, possa reabrir as suas portas para a celebração dos Sacramentos e a atividade pastoral”, diz a Arquidiocese do México através de uma nota.

A paróquia da Santa Veracruz encontra-se fechada por conta de danos estruturais adquiridos no sismo de 19 de setembro de 2017. A Arquidiocese Primaz do México denunciou que pessoas em situação de rua ingressaram na paróquia para se abrigar, e que as mesmas estão causando diversos danos, entre eles a destruição de móveis.

Igreja da Santa Veracruz

A Igreja da Santa Veracruz é a segunda mais antiga da Cidade do México, e suas origens remontam os tempos de Hernán Cortés, por esta razão é considerada como um dos principais monumentos históricos nacionais.

Construído em 1568, o templo paroquial foi substituído no século XVIII pelo atual. Em seu interior conserva diversas obras sacras preciosas como: o Cristo da Misericórdia, que no século XVIII acompanhava os réus nas execuções civis; o Cristo dos Sete Véus, peça feita na Itália no ano 1400, presenteada pelo Papa Paulo III ao imperador Carlos V, que por sua vez a enviou para Hernán Cortés. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas