Gaudium news > Imagem do Santo Niño de Pandacan é destruída em incêndio nas Filipinas

Imagem do Santo Niño de Pandacan é destruída em incêndio nas Filipinas

A imagem do Santo Niño, da qual se acredita que tenha mais de quatro séculos, era um dos ícones religiosos mais venerados no país.

 

Filipinas – Manila (14/07/2020 11:00, Gaudium Press) A imagem do Santo Niño, um dos ícones religiosos mais venerados das Filipinas, foi destruída em um incêndio que, na última sexta-feira, 10, devastou a igreja da qual era patrono.

O fogo, que também atingiu o convento agostiniano localizado no distrito de Pandacan de Manila, consumiu boa parte do templo, incluindo os bancos, os ícones e os objetos litúrgicos.

Hóstias consagradas encontradas intactas

Um cibório com hóstias consagradas foi milagrosamente encontrado intacto em meio aos escombros. O resgate do cibório ocorreu enquanto alguns funcionários da igreja procuravam a imagem do menino Jesus, da qual se acredita que tenha mais de quatro séculos.

A descoberta trouxe um pouco de alento e esperança aos fiéis. “Quando o cibório foi aberto, o sagrado anfitrião estava lá”, declarou, de forma emotiva, o Padre Sanny de Claro durante a homilia da Santa Missa que ele presidiu do lado de fora da igreja danificada.

“Este é o maior milagre. Enquanto se procurava a imagem, o anfitrião sagrado foi encontrado. Fomos apontados para Jesus”, destacou o pároco. Da pequena imagem do Menino Jesus, só se conseguiu recuperar o globo terrestre, a Cruz e o cetro que tinha em suas mãos, além da vestimenta que a imagem estava utilizando quando o fogo começou.

Apesar da grande perda, o sacerdote, manifestou seu otimismo incentivando os fiéis a acreditarem em um recomeço. “Nós somos a Igreja. Iremos começar novamente. Vamos reconstruir a igreja de nossa Fé. Devemos levantar-nos mais fortes e mais unidos”, ressaltou, assinalando que, em breve, as relíquias salvas do fogo serão expostas para veneração dos fiéis.

País se comoveu com a notícia

A notícia do incêndio comoveu os fiéis do país, onde anualmente, no terceiro final de semana de janeiro, milhões de devotos se reúnem para participar da procissão da Festa do Santo Niño, uma das tradições mais importantes e sentidas dos católicos filipinos, ao lado da Festa do Nazareno Negro, celebrada no dia 9 de janeiro.

 

Após realizar uma inspeção no local, o administrador apostólico de Manila, Dom Broderick Pabillo, exortou os fiéis para que respondam ao grande incêndio através da oração, pedindo principalmente “pela recuperação imediata da paróquia”.

Imagem do Santo Niño

 

Construída em madeira escura, como o famoso Nazareno Negro, a imagem do Santo Niño é o símbolo da chegada do cristianismo às Filipinas. De acordo com a tradição, foi doada em 1521 pelo explorador Fernando de Magalhães à Rainha de Cebú. Perdida em um incêndio durante uma revolta na ilha de Mactan, que custou a vida do navegante português, foi encontrada no século XVII no lugar onde se construiu a igreja e o convento dos Agostinianos. Desde então é venerada pelos filipinos que a consideram milagrosa. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas