Gaudium news > Igreja Ortodoxa Ucraniana rompe com o Patriarcado de Moscou

Igreja Ortodoxa Ucraniana rompe com o Patriarcado de Moscou

“Discordamos da posição do Patriarca Kirill de Moscou e de toda a Rússia sobre a guerra na Ucrânia”.

Redação (29/05/2022 09:52, Gaudium Press) Na Ucrânia, existem três grandes comunidades cristãs: a Igreja Ortodoxa Ucraniana (independente de Moscou e em conflito com aquele patriarcado desde que declarou sua independência em 2019), a Igreja Greco-católica em comunhão com o Papa e a Igreja Ortodoxa Ucraniana que dependia de Moscou.

Na última sexta-feira, 27 de maio, o Conselho da Igreja Ortodoxa Ucraniana realizou uma reunião na qual consideraram e discutiram questões relacionadas à vida da comunidade ortodoxa na Ucrânia, que até então dependia do Patriarcado Ortodoxo de Moscou.

No contexto da invasão da Ucrânia pela Rússia e após considerar a posição do Patriarca Kirill de Moscou, o Conselho da Igreja Ortodoxa Ucraniana declarou que discordava da posição do Patriarca Kirill de Moscou e de toda a Rússia sobre a guerra na Ucrânia e atestou a completa independência e autonomia da Igreja Ortodoxa Ucraniana.

O Conselho considerou conveniente dar aos bispos diocesanos o direito de tomar decisões independentes sobre certas questões da vida diocesana que são da competência do Santo Sínodo ou do Primaz da Igreja Ortodoxa Ucraniana, e mais tarde, quando possível, informar os superiores.

Após esta declaração, os laços da única parte dos ortodoxos ucranianos que permaneciam ligados a Moscou desaparecem.

Porém, a Igreja Ortodoxa Russa declarou que não recebeu nenhuma comunicação da Igreja Ortodoxa Ucraniana do Patriarcado de Moscou e estava orando pela preservação da unidade.

O secretário de imprensa da Igreja Ortodoxa Russa, Vladimir Legoyda, expressou no Telegram: “não podemos responder às informações recebidas pela imprensa e pela internet”.

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas