Gaudium news > Igreja de Roma retomará peregrinações Diocesanas a partir de agosto

Igreja de Roma retomará peregrinações Diocesanas a partir de agosto

A primeira peregrinação diocesana do ano será conduzida pelo Cardeal Vigário Angelo De Donatis e terá como destino o Santuário de Fátima.

Itália – Roma (27/04/2021 15:44, Gaudium Press) As peregrinações diocesanas promovidas pela Diocese de Roma em união com a ‘Opera Romana Pellegrinaggi’ (ORP) serão retomadas entre os dias 28 a 31 de agosto. Para esta ocasião, foi programada uma peregrinação até o Santuário de Fátima, em Portugal, conduzida pelo Cardeal Vigário Angelo De Donatis.

Os participantes visitarão, em primeiro lugar, alguns templos católicos na cidade de Lisboa, tais como o Mosteiro dos Jerónimos, a Catedral da cidade e a igreja de Santo Antônio. Os que desejarem poderão antecipar a partida em dois dias e visitar Santiago de Compostela.

Peregrinações Diocesanas programadas para 2021

Além de Fátima, outras duas peregrinações diocesanas já estão agendadas. Entre os dias 30 de setembro a 3 de outubro, o Bispo Auxiliar Paolo Ricciardi guiará uma peregrinação que terá como destino o Santuário de Nossa Senhora de Lourdes, na França. Já nos dias 8 a 15 de novembro, o Bispo Auxiliar Benoni Ambarus, que receberá a consagração episcopal em maio, será o responsável pela peregrinação até a Terra Santa.

Em carta endereçada aos sacerdotes romanos, o Cardeal De Donatis ressaltou que “certamente virão tempos melhores e com o verão, as vacinas e a ajuda de Deus, podemos pensar numa vida que retoma os ritmos normais. Por isso, proponho que considerem a época de verão como um momento para recuperar a oportunidade perdida depois da Páscoa”.

Precauções e medidas de segurança contra a Covid-19

Todas as medidas de segurança sanitária serão respeitadas ao longo de todas as peregrinações: manter distância interpessoal de pelo menos um metro, usar máscara e álcool em gel, além de privilegiar espaços ao ar livre.

De acordo com o diretor-gerente do ORP, Dom Remo Chiavarini, “será fornecido um seguro extra para a Covid que dará todo o suporte necessário caso um dos participantes contraia o vírus durante a viagem e tenha que permanecer em quarentena no país anfitrião”. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas