Gaudium news > Fundação americana concede bolsa de estudos para religiosos de países pobres

Fundação americana concede bolsa de estudos para religiosos de países pobres

Uma fundação americana dispensa um programa de bolsas de estudos para religiosos e religiosas de países subdesenvolvidos estudarem nas universidades romanas

Redação (28/09/2022 08:00, Gaudium Press) Uma associação americana anunciou que distribuiu mais de 800 mil dólares em bolsas de estudos para sacerdotes, religiosos e religiosas de todo o mundo que estudarão nas universidades romanas no próximo ano letivo.

Ao todo foram 112 pessoas foram beneficiadas pelo programa de bolsas São João Paulo II da associação estadunidense “Papa Fondation”.

Fundada em 1988, em Chester, nos Estados Unidos, a Papal Foundation já ajudou mais de 1600 alunos a estudarem nas universidades romanas.

O objetivo do programa de bolsas é favorecer os estudos universitários de clérigos, religiosos e religiosas em Roma para que, após a conclusão dos estudos, os beneficiários retornem às suas respectivas dioceses, congregações ou comunidades para ensinar e eventualmente assumir cargos de liderança.

O diretor da Fundação explicou que o nome do programa de bolsas é uma homenagem ao Papa João Paulo II por seu empenho em formar as novas gerações:

“São João Paulo II sempre será lembrado por seu compromisso em servir a próxima geração da igreja, e é por isso que nós da Papal Foundation temos a honra de levar adiante sua visão de treinar estudiosos para liderar efetivamente em suas comunidades”.

De fato, em 1998, o Papa João Paulo II manifestou o desejo de criar um programa de bolsa de estudos que cobrisse os gastos das universidades, alojamento e alimentação de religiosos e religiosas provenientes de países subdesenvolvidos, nas universidades de Roma. Após os estudos, esses estudantes poderiam voltar para casa para ensinar seus irmãos e irmãs segundo o Magistério da Igreja.

Eustace Mita, presidente da fundação, afirmou que João Paulo II percebia bem a necessidade de preparar os futuros líderes da Igreja e recordou uma citação do Pontífice: “O futuro está em seus corações e em suas mãos. Deus confia-vos a tarefa, ao mesmo tempo difícil e edificante, de trabalhar com Ele na construção da civilização e do amor”.

A religiosa Mwila Mwelwa, franciscana missionária, está concluindo seu doutorado no Instituto Claretiano de Teologia e Vida Consagrada. Após obter seu diploma, Irmã Mwila Mwelwa será encarregada da formação interna da congregação, na Zâmbia.

Outra religiosa, vinda do Sudão do Sul, foi beneficiada pelo programa de bolsas São João Paulo II e agradeceu a todos os que possibilitaram seus três anos de estudos em Roma.

Além de oferecer bolsas de estudos, a Papa Foundation favorece a construção de igrejas, escolas e hospitais além de combater a fome e abusos nos países subdesenvolvidos. (FM) 

Com informações de Catholic Philly

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas