Gaudium news > Falece Superior de Virgo Flos Carmeli, ramo sacerdotal dos Arautos do Evangelho

Falece Superior de Virgo Flos Carmeli, ramo sacerdotal dos Arautos do Evangelho

Doutor em direito canônico, o Pe. Storni brilhou por sua prudência e sabedoria.

Redação (14/06/2022 16:49, Gaudium Press) Ontem, devido a uma parada cardíaca e tendo recebido a bênção papal e os auxílios próprios da Igreja, faleceu aos 79 anos o Pe. Jorge María Storni, superior da Sociedade Clerical de Vida Apostólica Virgo Flos Carmeli, o ramo sacerdotal dos Arautos do Evangelho.

Dados biográficos

Padre Storni nasceu em Buenos Aires, em 1942.

Depois de obter o seu título de advogado, dedicou-se quase inteiramente à defesa da fé e dos princípios inspiradores da civilização cristã; para isso participou de várias associações em seu país natal.

Ainda jovem, conheceu o Prof. Plinio Corrêa de Oliveira na capital argentina, com quem estabeleceu uma estreita amizade e com laços profundos até o falecimento do Dr. Plínio em 1995. Dr. Plinio confiou-lhe importantes missões na Europa e na América, contando com seu excepcional talento e profunda piedade.

Como membro dos Arautos do Evangelho, foi um dos primeiros sacerdotes da associação, ordenado em 2008. Homem de grande cultura, universal, sempre quis continuar estudando e, na mítica Veneza, aprofundou-se em Direito Canônico. Obteve o doutorado neste ramo em 2013.

Em 2017, Pe. Jorge María Storni foi eleito superior geral da Sociedade Apostólica Virgo Flos Carmeli, cargo que ocupou até sua morte.

Pessoa muito acessível a quem quisesse se aproximar dele, todos sabiam que no Padre Storni – ou antes de se tornar presbítero, no ‘Doutor Storni’ – encontrariam a palavra sucinta e precisa, fruto da prudência, de uma ampla sabedoria e da reflexão aguçada.

O Pe. Storni era um exemplo perfeito de um ‘grande senhor’, alguém que exalava uma dignidade acolhedora e convidada a ser consultada. Nele também combinava uma imponência natural, era um homem de alta estatura, com uma humildade que tornava sua presença agradável, discreta e querida em qualquer ambiente.

São numerosos os testemunhos sobre o ilustre exemplo que deu na prática das virtudes. Sua vida sacramental o acompanhou até o leito de morte, onde pôde assistir missas.

O corpo do padre Storni será sepultado amanhã, 15 de junho, no Cemitério da Consolação, em São Paulo, Brasil.

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas