Gaudium news > Exposição no Museu Mineiro celebra o centenário da Arquidiocese de Belo Horizonte

Exposição no Museu Mineiro celebra o centenário da Arquidiocese de Belo Horizonte

A exposição “Centenário da Arquidiocese de Belo Horizonte: narrativas e trajetórias” permanecerá aberta ao público até o dia 13 de fevereiro de 2022.

Redação (17/11/2021 15:39, Gaudium Press) O Memorial da Arquidiocese de Belo Horizonte, em parceria com a equipe do Museu Mineiro, inauguraram nesta sexta-feira, 17, a exposição temporária “Centenário da Arquidiocese de Belo Horizonte: narrativas e trajetórias”.

História contada através de fotos e textos

Através desta exposição os visitantes farão uma viagem no tempo, tendo a oportunidade de contemplar a história da Arquidiocese de Belo Horizonte, de 1921 até os nossos dias. Para isso, foram escolhidas três abordagens: a primeira é composta por painéis com fotos e textos que detalham o itinerário da Arquidiocese de Belo Horizonte desde a sua criação, no dia 11 de fevereiro de 1921.

Indumentárias dos quatro Arcebispos metropolitanos

A segunda abordagem é através das indumentárias que vestiram os quatro Arcebispos metropolitanos durante estes cem anos: Dom Antônio dos Santos Cabral, que exerceu o governo pastoral da Arquidiocese de 1922 a 1967; Dom João Resende Costa, de 1967 a 1986; Dom Serafim Fernandes de Araújo, de 1986 a 2004; e Dom Walmor Oliveira de Azevedo, atual Arcebispo metropolitano desde 2004.

O mapa da Arquidiocese de Belo Horizonte

Por fim, a terceira perspectiva pela qual é apresentada a história da Igreja Particular de Belo Horizonte, é através do mapa da Arquidiocese de Belo Horizonte, que mostra a área de abrangência da Igreja Particular com sede na Capital Mineira, integrando um território de aproximadamente 1500 “comunidades de fé” em 28 municípios.

Exposição gratuita aberta ao público

A exposição “Centenário da Arquidiocese de Belo Horizonte: narrativas e trajetórias” permanecerá aberta ao público até o dia 13 de fevereiro de 2022, de terça a sexta-feira, de 12h às 19h, e sábado, domingo e feriados, de 11h às 17h. A entrada é gratuita. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas