Gaudium news > Ex-sacerdote anglicano é ordenado sacerdote católico na França

Ex-sacerdote anglicano é ordenado sacerdote católico na França

Stephen Raine, antigo sacerdote anglicano, foi ordenado sacerdote católico neste domingo, 03 de julho, na França

Cardeal pergunta: por que as salas de exposição de carros podem reabrir antes das igrejas?

Redação (03/07/2022 8:00, Gaudium Press) O inglês, Stephen Raine, de 73 anos de idade foi ordenado sacerdote na diocese francesa de Angoulême, neste domingo 03 de julho.

Stephen Raine é um ex-sacerdote anglicano convertido ao catolicismo. Como padre anglicano, Raine exerceu o ministério por quase 30 anos.

Do Anglicanismo ao Catolicismo

Ele deixou os ministérios em 2014, por ocasião de sua aposentadoria em seguida se fixou na França, em 2016, com sua esposa e filho, ambos católicos de longa data.

O caminho de reconciliação com a Igreja Católica de Stephen Raine começou em 2018, quando renunciou ao Anglicanismo. Em seguida, recebeu o sacramento da Confirmação e, na ocasião, já manifestava o desejo de ser ordenado sacerdote católico.

Em 2022, Dom Hervé Gosselin, Bispo de Angouleme, decidiu encaminhar ao Santo Padre o Papa o pedido para a ordenação sacerdotal de Stephen Raine.

Petitio e constituição Anglicanorum Coetibus

A “petitio” é um documento enviado à Congregação da Doutrina da Fé que tem por objetivo pedir a ordenação sacerdotal de antigos ministros anglicanos que estão casados.

De fato, em 2011, o Papa Bento XVI erigiu a prelatura de Nossa Senhora de Walsingham e escreveu a constituição apostólica Anglicanorum Coetibus.

O documento prevê a dispensa do voto de celibato para os ministros anglicanos que, estando casados, convertam-se ao catolicismo e manifestem o desejo de receberem a ordenação sacerdotal.

Autorização da Santa Sé

O Pe. Eric Pouvaloue, que apresentou Stephen Raine na ordenação diaconal, no último dia 24 de junho, explicou que a dispensa pontifical “não coloca em causa a grandeza, o valor e a beleza do celibato sacerdotal normalmente em vigor na Igreja Romana”.

O sacerdote afirmou ainda que quando a Congregação para a Doutrina da Fé autorizou a ordenação de Stephen, o Bispo e os demais cristãos já sabiam que Stephen era digno de receber o sacramento da Ordem. (FM)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas