Gaudium news > Espanha: Vândalos destroem imagem de Nossa Senhora na propriedade dos Arautos do Evangelho

Espanha: Vândalos destroem imagem de Nossa Senhora na propriedade dos Arautos do Evangelho

Os fatos ocorreram em Finca de los Alcores, em Sevilla la Nueva.

Redação (17/05/2022 08:44, Gaudium Press) Na noite de 15 para 16 de maio, vândalos destruíram uma imagem da Nossa Senhora no jardim da casa dos Arautos do Evangelho, localizada em Finca de los Alcores, em Sevilla la Nueva, além de causar outros danos materiais significativos.

“Os restos da imagem estão espalhados por vários metros e a cabeça ainda não apareceu”, declarou o Irmão Carmelo Callejas, missionário dos Arautos que denunciou o ocorrido à Guarda Civil.

“Este sacrilégio lembra o clima de perseguição e ódio religioso que caracterizou os anos mais sombrios de nossa história espanhola”, destacou Irmão Carmelo.

“Dizem que são tolerantes, mas são ideologicamente fanáticos.” “Não se trata de uma simples brincadeira de adolescentes – continua o Irmão Carmelo. Isso foi feito com ódio, com muito ódio”.

Outro irmão da comunidade afirma ter ouvido, nas primeiras horas da mesma noite do atentado, um grupo de homens que passava junto à porta da propriedade, proferindo blasfêmias contra Deus e a Virgem, e amaldiçoando os Arautos .

Clima de perseguição religiosa

Esse clima de perseguição religiosa, segundo os Arautos do Evangelho, poderia ter sido criado por uma tentativa de linchamento midiático contra essa associação católica, promovida recentemente por alguns setores da imprensa cuja inclinação ideológica é bem conhecida.

Os Arautos pretendem construir uma Casa-comunidade e uma igreja anexa em Finca de los Alcores, o que tem suscitado alguma desconfiança por parte de um pequeno número de vizinhos. A questão – de interesse apenas local – encontrou eco, de forma inesperada, mas não espontânea, em alguns meios de comunicação que não se limitaram a narrar o debate em seu aspecto administrativo, mas relançaram antigas acusações contra esta Associação religiosa, acusações já respondidas pelo Arautos do Evangelho e pelo assessor jurídico do Comissário Pontifício da Associação, Cardeal Raymundo Damasceno Assis.

Numa Espanha moderna e pluralista, causa apreensão assistir a mais um triste espetáculo de violência sacrílega, gerado por um clima de discriminação religiosa fruto da intolerância dos autodenominados tolerantes, afirmam os Arautos.

 

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas