Gaudium news > Espanha: Rosário público nos primeiros sábados do mês

Espanha: Rosário público nos primeiros sábados do mês

O Rosário é rezado no Parque del Oeste. As intenções? Fundamentalmente a preservação da fé.

Redação (06/05/2022 10:37, Gaudium Press) Cresce o número de católicos que, no primeiro sábado de cada mês, se reúnem no Parque del Oeste de Madrid para rezar o terço à Virgem “pela salvação da Espanha e do mundo”.

Nesse parque, encontra-se num pedestal, desde 1994, uma imagem de Nossa Senhora com seu Divino Filho de quatro metros altura que engrandece a sua presença. Porém, desde 1975, os fiéis rezam o terço com essas intenções, incentivados pela Campanha Nacional de Oração dirigida por Leticia Sánchez del Corral . “É uma das iniciativas de oração pública mais antiga das últimas décadas na Espanha”.

Agora, todo primeiro sábado, às 17h, e avisados ​​via Whatsapp e outras redes sociais, os devotos se reúnem pontualmente.

Não foi fácil

Foi o pai de Letícia que obteve financiamento e autorizações para colocar ali a imagem de Nossa Senhora que, como sinal congregante, tem em sua base uma esfera contendo terra proveniente de mais de 700 conventos femininos de clausura na Espanha. De fato, não foi fácil: a imagem “iria ser instalada em Rosaleda no Parque do Retiro, onde chegaram fazer até mesmo as fundações”, mas a autorização foi subitamente retirada.

Então, os devotos marianos e do rosário fizeram uma peregrinação para outro lugar, a Plaza de la Villa de Paris, até que finalmente, em 1994, se estabeleceram definitivamente no Parque del Oeste, após muitos obstáculos das autoridades.

Contudo sacrifícios, lutas e paciência conquistaram o objetivo, e esta imagem de Nossa Senhora é o primeiro monumento público à Mãe de Deus na capital espanhola. Além disso, tem um valor simbólico ‘exorcista’, pois ali naquele parque o anjo caído estava presente em lugar de destaque…

Enfim, rezando à Virgem para que a fé na Espanha e no mundo não diminua, há quase meio século a Campanha Nacional de Oração também reza “contra a descristianização e o relativismo total”.

Desde a sua origem, este rosário público teve a assistência espiritual dos sacerdotes que o rezam juntamente com os fiéis. O monumento foi abençoado pelo Cardeal Marcelo González Martín em 7 de outubro de 1998.

Com informações de ReligionEnLibertad, retiradas de Cari Filii

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas