Gaudium news > Dom Georg Gänswein preside Missa pelos doentes no Santuário do Santo Véu

Dom Georg Gänswein preside Missa pelos doentes no Santuário do Santo Véu

O secretário pessoal de Bento XVI peregrinou até o Santuário do “Santo Véu”, em Manoppello, para celebrar o domingo “Omnis terra”.

Itália – Roma (19/01/2021 13:30, Gaudium Press) No último domingo, 17 de janeiro, o secretário pessoal de Bento XVI, Dom Georg Gänswein, realizou uma peregrinação de Roma até o Santuário do “Santo Véu”, em Manoppello, onde presidiu uma Santa Missa solene por ocasião do domingo “Omnis terra”.

Santo Rosto de Manoppello

A celebração, que este ano foi dedicada aos doentes e por aqueles que sofrem na terra sob o olhar misericordioso de Cristo, recorda quando o Papa Inocêncio II saiu em procissão do Vaticano ao Hospital Santo Spirito com a imagem do rosto de Cristo no ano de 1208. O pontífice instituiu que se celebra-se esta festa no segundo domingo seguinte à Epifania.

Alguns devotos do Santo Rosto de Manoppello acreditam que o ícone, preservado e venerado no Santuário, é o “véu de Verônica” usado para secar o rosto de Cristo enquanto ele carregava a cruz para sua crucificação. Outros asseguram ser o “pano da ressurreição”, um “sudário” que cobriu o rosto de Cristo no túmulo.

Domingo Omnis terra

Em sua homilia, Dom Gänswein comentou a expressão “Omnis terra”, que é inspirada no Salmo 65, que diz: “Omnis terra adoret te, Deus, et psallat tibi!” (“Que toda a terra te adore e te louve, ó Deus; que cante em louvor do teu nome”).

Segundo ele, o termo é extremamente atual, pois “toda a terra se vê repentinamente ameaçada por um vírus invisível: todos os continentes, todas as etnias, todas as nações e religiões, verdadeiramente todos os homens na terra, jovens e idosos! É a terra inteira que de repente teme a doença e a morte”.

Visita de Bento XVI ao Santuário do Santo Rosto de Manoppello

Em seguida, o prelado recordou da visita que o Papa Bento XVI fez ao Santuário no dia 1º de setembro de 2006. Na ocasião, após permanecer um longo período sozinho em oração, o pontífice afirmou que “todos buscamos o rosto do Senhor”.

“Procurar o rosto de Jesus deve ser o desejo de todos os cristãos. Juntos procuremos conhecer sempre melhor a face do Senhor e da face do Senhor haurimos esta força de amor e de paz que nos mostra também o caminho da nossa vida”, exortou.

Voltando-se para os sacerdotes, Bento XVI ressaltou que se a santidade do rosto de Cristo for impressa neles, “os fiéis confiados aos vossos cuidados serão contagiados e transformados”. E concluiu pedindo aos seminaristas que não se deixem atrair por mais nada a não ser por Jesus e pelo desejo de servir a sua Igreja para que cada uma de suas atividades seja um reflexo visível da bondade e da misericórdia divina. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas