Gaudium news > Dezenas de colégios católicos são fechados em Nova York

Dezenas de colégios católicos são fechados em Nova York

A educação católica é oferecida em Nova York há 200 anos, entretanto, ninguém previa que uma pandemia como a que estamos passando afetaria o ensino católico na região.

Estados Unidos – Nova York (10/07/2020 16:00, Gaudium Press) Devido a crise financeira provocada pela pandemia de coronavírus, 20 colégios católicos da Arquidiocese de Nova York não abrirão a partir de setembro. A informação foi divulgada pelo Cardeal Arcebispo Timothy Dolan.

“Lhes escrevo para dar a triste notícia de que vinte de nossas queridas escolas católicas não voltarão a abrir em setembro por conta da queda substancial em muitos de nossos colégios pela pandemia de Covid-19”, diz mensagem escrita pelo purpurado.

Latinos e afroamericanos estão entre os mais afetados

A decisão afetará por volta de 2.500 alunos e 350 funcionários que atuam nas escolas, das quais seis estão localizadas no Bronx, atendendo grande quantidade de latinos e afroamericanos.

O Cardeal indica ainda que “apesar dos 40 milhões de dólares anuais que a Arquidiocese oferece às escolas católicas, nosso generoso programa de bolsas e mensalidades as mais baixas possível, muitas famílias que também estão recebendo menos renda, não puderam matricular seus filhos para o ano escolar 2020-2021”.

Pandemia afetou diretamente

Acrescenta-se o fato das igrejas permanecerem fechadas durante esse período de pandemia, afetando diretamente na arrecadação de fundos das paróquias com os quais se ajuda no financiamento das escolas.

Após agradecer o trabalho dos professores, o Cardeal Dolan lamentou ter que dar a notícia, e prometeu ajudar os que ficarem sem colégio, fazendo todo o possível para que sejam recebidos por algum.

Nova York oferece educação católica há 200 anos

A educação católica é oferecida em Nova York há 200 anos, entretanto, ninguém previa que uma pandemia como a que estamos passando afetaria o ensino católico na região. Todo esforço foi feito para manter os colégios católicos, um deles, para sobreviver, será obrigado a se unir com outros dois.

O Cardeal Dolan ressaltou que as escolas católicas nunca receberam “o apoio fiscal que recebem as escolas do governo, que são sustentadas com bilhões de dólares de impostos” e que é possível que, caso não se receba alguma ajuda governamental, outras escolas acabarão sendo fechadas. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas