Gaudium news > Delegado apostólico enviado para ‘Memores Domini’?

Delegado apostólico enviado para ‘Memores Domini’?

Memores Domini, associação leiga, surgiu sob a orientação de Don Luigi Giussani, fundador de Comunhão e Libertação.

Itália – Roma (29/06/2020 13:00, Gaudium Press) A partir de diversas fontes, espalhou-se o rumor de que um Delegado Pontifício foi enviado à associação de fiéis “Memores Domini”, uma associação leiga reconhecida como de direito pontifício em 8 de dezembro de 1988 pelo Pontifício Conselho para os Leigos. A associação é célebre entre outras razões, porque alguns de seus membros atendem Bento XVI no mosteiro vaticano Mater Ecclesiae.

Os integrantes do Memores Domini são leigos, mas vivem os conselhos evangélicos de pobreza, obediência e castidade de forma pessoal e privada e, embora surjam no movimento criado por Dom Luigi Giussani, fundador da Comunhão e Libertação, são autônomos em seu governo. Se reúnem em “Casas”, que são o “fator fundamental da estrutura da Associação”, embora excepcionalmente alguns membros do Memores Domini possam viver com suas famílias, mas tendo a vida da Casa como referência.

Segundo nossas fontes vaticanas, o Delegado enviado para “Memores Domini” seria o sacerdote jesuíta Gianfranco Ghirlanda, que entre muitos outros cargos foi reitor da Pontifícia Universidade Gregoriana de 2004 a 2010, e serviu como assistente do Delegado Pontifício para os Legionários de Cristo, Cardeal Velasio De Paolis, após a divulgação dos escândalos do fundador dessa obra, Marcial Maciel.

Sobre os motivos do envio do Delegado Pontifício a Memores Domini, especula-se que sejam conflitos internos em torno da figura do Padre Julián Carrón, presidente da Fraternidade de Comunhão e Libertação, recentemente reeleito para um segundo mandato. Haveria no interior de Memores Domini uma divisão entre o Pró-Carrón e o Anti-Carrón. Outros dizem, com maior precisão, de que se trata de uma intervenção para a reforma dos estatutos.

Delegado Pontifício

Um Delegado Pontifício, ou Legado Pontifício, ou Legado Apostólico é um eclesiástico ao qual o Papa confia a responsabilidade de representar-lhe em uma missão específica. Se esta missão reveste características extraordinárias, é comum que o mandato pontifício do legado esteja estipulado em um documento emitido pela própria Santa Sé. (EPC)

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas