Gaudium news > Continuam os ataques às imagens católicas nos EUA

Continuam os ataques às imagens católicas nos EUA

Nas últimas semanas, em várias partes dos Estados Unidos, houve atos de vandalismo e destruição nas igrejas católicas.

Redação (21/07/2020 15:10, Gaudium Press) Várias igrejas católicas, nos EUA, relataram ato de vandalismo e outros danos às imagens e monumentos no fim de semana passado; o mais recente de uma série cometida nas últimas semanas.

Na igreja de Nossa Senhora da Assunção, em Bloomingburg, Nova York, um monumento às crianças não nascidas, mortas pelo aborto, foi derrubado neste fim de semana. O monumento representava uma criança descansando em 2 mãos, juntamente com a inscrição de Isaías 49-16.

“Alguém achou que era uma boa ideia derrubar nosso monumento pró-vida em nossa propriedade paroquial”, escreveu no twitter o Pe. Nick Blackwell, um frade carmelita. “Não pense que essas ações e sentimentos são relegados apenas às grandes cidades. A polícia está verificando nossas filmagens de vigilância”.

Os fiéis da Paróquia Santa Bernadette em Rockford, Illinois, descobriram que um crucifixo de um santuário pertencente à paróquia havia sido vandalizado entre os dias 5 e 6 de julho. O vandalismo foi relatado pelo The Observer, uma publicação da Diocese de Rockford, no dia 7 de julho.

Segundo Kevin Rilott, membro da equipe da paróquia, alguém havia estraçalhado o crucifixo com um martelo.

“Não estamos furiosos com isso, disse Rillot ao The Observer, mas triste que o autor tenha uma ideia errada de quem é Jesus”.

Em Montana, uma imagem de Cristo, em uma estação de ski, foi pintada com tinta marrom e colocaram bandeiras onde se lia “Rise up (levante-se)” e #BLM, uma suposta referência ao movimento Black Lives Matter.  A imagem era uma homenagem aos veteranos da Segunda Guerra Mundial e à 10° divisão de Montanha do Exército dos EUA e está listada no Registro Nacional de lugares históricos.

Uma imagem da Virgem Maria foi decapitada em Gary, Indiana, na noite do dia 2 de julho. A cabeça e a mão da imagem foram removidas.

“O que uma pessoa ganha ao destruir uma imagem que está lá há anos?”, perguntou Pe. Joseph Uko da Paróquia de St Ann em Gary.

“Não está claro o que aconteceu, mas rezamos pelos paroquianos e pela conversão dos responsáveis pelo dano”, disse o porta-voz da Diocese.

 Nas últimas semanas, em várias partes dos Estados Unidos, houve atos de vandalismo e destruição nas igrejas católicas, incluindo incêndios, decapitações e pichações. Além dos ataques mais recentes, nas últimas 2 semanas, imagens de Cristo e da Virgem Maria foram atacadas na Flórida, Tennessee, Nova York e Colorado.

Também foram derrubadas e vandalizadas diversas imagens religiosas católicas, incluindo várias de São Junípero Serra, por manifestantes na Califórnia, Missouri e outros lugares.

Embora alguns ataques às imagens, principalmente na Califórnia, tenham sido cometidos em público por claras afiliações políticas, os autores de outros atos, incluindo aqueles contra as imagens da Virgem Maria e Cristo, não foram identificados.

“Com informações de Catholic Herald”

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas