Gaudium news > Confirmado: incêndio na Catedral de Nantes foi criminoso

Confirmado: incêndio na Catedral de Nantes foi criminoso

O sacristão ruandês de 39 anos, libertado por falta de provas, confessou o crime. França é o pior lugar da Europa para cristãos.

Redação (26/07/2020 09:13, Gaudium Press) O incêndio na Catedral de Nantes foi criminoso. O principal suspeito, posto em liberdade por falta de provas, confessou ontem sábado que provocou o incêndio na catedral. O ruandês de 39 anos está agora em prisão preventiva e poderá ficar 10 anos em detenção, além de pagar uma multa de 150 mil euros. Segundo o advogado do delinquente, seu cliente está disposto a colaborar e reconheceu a culpa por sentir remorso. Para ele foi uma libertação.

O incêndio destruiu o único órgão que sobreviveu à Revolução Francesa e causou sérios danos ao recinto sagrado.

O crime aconteceu num contexto de sérios atos de vandalismo em edifícios religiosos na França. Foram mais de 800 só no ano 2019. Muitos deles, sob custódia do Estado, não possuem sequer alarmes anti-incêndio. Segundo o Observatório de Intolerância e Discriminação a Cristãos na Europa, a França é o país mais difícil do continente europeu para os cristãos.

Deixe seu comentário

Notícias Relacionadas